Fonte: OpenWeather

    Saúde Bucal


    Mães de PCD's denunciam a falta de cirurgiões-dentistas em Manaus

    Atendimentos foram interrompidos no CEO/OESTE do bairro Santos Dumont, pois a única dentista do local está de licença

    Parte destes pacientes não apresenta plena capacidade de realizarem sozinhos os cuidados de higiene bucal | Foto: Divulgação/Semsa

    Manaus – Mães e responsáveis denunciam a falta de cirurgiões-dentistas especializados no atendimento a pessoas com deficiência (PCD), no Centro de Especialidades Odontológicas da Zona Norte (CEO/OESTE), localizado no bairro Santos Dumont, Zona Centro-Oeste de Manaus.

    De acordo com as denúncias, parte destes pacientes não apresenta plena capacidade de realizarem sozinhos os cuidados de higiene bucal e necessitam da assistência familiar e do tratamento odontológico diferenciado para manter a saúde bucal.  

    Segundo Nair Costa, 40 anos, dona de casa e mãe de uma paciente com paralisia cerebral, o atendimento especializado na unidade foi interrompido pois a única dentista do local está de licença. “Foi realizado um curativo no dente da minha filha em unidade básica de saúde e o dentista da unidade recomendou iniciar o tratamento de canal, mas não consigo marcar no Centro Especializado, pois a dentista está de licença e apesar do curativo, minha filha continua sentindo dor", relata.

    Palavra da Semsa

    A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) esclareceu em nota ao Portal EM TEMPO que o atendimento às pessoas com deficiência é realizado nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) ou Policlínicas da rede municipal de saúde, sob gestão da Semsa.

    Ainda de acordo com a nota, os pacientes, cujo tratamento não pode ser realizado nesses pontos de atenção, como exemplo aqueles que necessitam de contenção durante o atendimento, são encaminhadas para os Centros de Especialidades Odontológicas (CEOs).

    Nos quatro CEOs da Semsa há especialistas para atendê-los:

    CEO Norte: 2 especialistas (uma em atividade e a outra de licença médica)

    CEO Sul: 1 especialista

    CEO Oeste: 2 especialistas

    CEO Leste: 1 especialista

    "Quando a dentista do CEO Norte entrou de licença médica, seus pacientes foram contactados. A eles foi oferecida a possibilidade de serem atendidos pela outra profissional desse mesmo CEO. Alguns aceitaram, mas outros resolveram aguardar a dentista voltar da licença. Portanto, nenhum usuário está sem atendimento", finaliza a nota. 

    A Semsa esclareceu também que o CEO da Universidade do Estado do Amazonas ( UEA) é referência para o atendimento desses usuários.



    Comentários