Fonte: OpenWeather

    Qualidade de Vida


    Mutirão de Saúde reúne 300 pessoas na Vila Olímpica de Manaus

    Iniciativa levou uma série de atendimentos gratuitos para a população, servidores e atletas

    A ação contou com a presença de vários profissionais | Foto: Amaury Moraes/Sejel

    Manaus - Com o objetivo de proporcionar mais saúde e qualidade de vida para atletas, servidores da Secretaria de Estado de Juventude, Esportes e Lazer (Sejel) e comunidade, foi realizado neste sábado (14) um Mutirão de Saúde na Vila Olímpica de Manaus, no bairro Dom Pedro, zona centro-oeste da capital, que atendeu aproximadamente 300 pessoas. 

    A ação, coordenada pelo Centro de Treinamento de Alto Rendimento do Amazonas (Ctara), em parceria com os Amigos da Saúde em Ação Solidária (Asas) e o Saúde sem Barreiras, contou com a presença de vários profissionais como médicos, fisioterapeutas, psicólogos, entre outros.

    As pessoas que compareceram passaram inicialmente pela triagem por especialidade, que funcionou no auditório da Vila Olímpica. Em seguida, o paciente era encaminhado aos setores respectivos, onde eram feitos os atendimentos. Na sede do Ctara estavam as especialidades médicas como neurologia, pediatria, clínica geral, além de odontologia, nutrição e fisioterapia. Já nos demais espaços foram realizados atendimentos de quiropraxia, massoterapia, oftalmologia, psicologia, testes rápidos de HIV e glicemia e assistência jurídica.

    O coordenador do Centro de Alto Rendimento, Tadeu Picanço, falou da importância do Mutirão realizado pela secretaria. “A ação trouxe os mais diversos serviços aos nossos atletas, funcionários e comunidade em geral, de uma forma acessível. Por meio dessas parcerias com os Asas e o Saúde sem Barreiras, pudemos disponibilizar atendimentos para especialidades diversas e o público realmente compareceu e recebeu essa prestação de serviço imediata”, explicou.

    Tadeu comentou ainda sobre a possibilidade de novos mutirões, para isso já está sendo feito um estudo e planejamento para que, até o final de 2019, um novo mutirão, com mais especialidades, seja realizado, atendendo um público ainda maior. 

    Atendimento

    A auxiliar de serviços gerais Mayara Cristina Nunes, de 29 anos, levou os filhos Gustavo e Maria Eduarda, de 8 e 5 anos, respectivamente, para participar do Mutirão de Saúde, e falou sobre o atendimento recebido no local. “A ação foi excelente, assim como o atendimento de todos os médicos. Meus filhos se consultaram com o pediatra, nutricionista e odontólogo e todos nos trataram muito bem. Espero que mais mutirões como este possam continuar sendo realizados”, afirmou.

    Rosa Juliana Gomes, de 33 anos, trabalha como auxiliar administrativa e foi outra que passou pela consulta de um médico especialista, sendo atendida por um neurologista. “Eu estava sentindo dores há algum tempo e quando soube do Mutirão, busquei atendimento. A ação realmente foi muito bem feita e pude ver que não houve demora, quem estava aqui foi atendido e isso é muito importante. Achei bem legal esse trabalho na Sejel hoje, porque proporcionou o que eu precisava, de forma gratuita”, avaliou.

    *Com informações da assessoria 

    Comentários