Fonte: OpenWeather

    Lixo à céu aberto


    Vídeo: Presidente Figueiredo vira lixão a céu aberto

    Moradores marcaram protesto para essa quarta-feira para que a prefeitura resolva o problema da coleta de lixo na cidade

    Protestos de moradores pressionam a prefeitura que não resolve da coleta de lixo.
    Protestos de moradores pressionam a prefeitura que não resolve da coleta de lixo. | Foto: Reprodução Facebook

    Manaus – As denúncias sobre o descaso na coleta de lixo em Presidente Figueiredo publicadas na tarde de segunda-feira (17), pelo Portal EM TEMPO,  não foram suficientes para resolver o problema. 

    Os moradores denunciaram novamente que a prefeitura comandada por Romeiro Mendonça, ainda não se posicionou sobre o caso. Uma manifestação está marcada para ocorrer na cidade na quarta-feira.

    O serviço de coleta nas áreas urbanas, comunidades, ramais e zona rural não estão sendo realizados de forma diária, chegando a ficar até cinco dias com lixo acumulado nas áreas. 

    A situação torna-se mais grave, pois além do mau cheiro, os animais estão espalhando restos de alimentos pelo chão e atraindo  urubus, que rondam as lixeiras das residências.

    A situação se torna mais grave, pois além do mau cheiro, os animais estão espalhando restos pelo chão e atraindo até mesmo urubus, que rondam as lixeiras das residências.
    A situação se torna mais grave, pois além do mau cheiro, os animais estão espalhando restos pelo chão e atraindo até mesmo urubus, que rondam as lixeiras das residências. | Foto: Reprodução Facebook

    Moradores alegam que, sem o serviço de limpeza, a população corre risco de ser acometidas por doenças como leptospirose ou outras doenças causadas por bactérias.

    Para cobrar um posicionamento oficial, manifestantes marcaram uma passeata para esta quarta-feira (18), que terá início na frente da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) até a Câmara dos Vereadores do município.

    O serviço de coleta nas áreas urbanas, comunidades, nos ramais e na zona rural não têm sido realizados de forma diária, chegando a ficar até 5 dias com lixos acumulados.
    O serviço de coleta nas áreas urbanas, comunidades, nos ramais e na zona rural não têm sido realizados de forma diária, chegando a ficar até 5 dias com lixos acumulados. | Foto: Reprodução Facebook

    De acordo com o vereador do município, Ricelli Pontes, a situação é grave desde dezembro de 2018, quando a prefeitura rompeu contrato com a empresa terceirizada de limpeza pública. “ Não está havendo coleta e quando há, o lixo é despejado em área de preservação", contou. 

    Até o momento, a assessoria da Prefeitura de Presidente  Figueiredo não se posicionou a respeito do caso.

    Assista à reportagem da TV Em Tempo:

    Assista a reportagem | Autor: Jackson Salvaterra/ TV Em Tempo
     


    Comentários