Fonte: OpenWeather

    Refeições


    Prato Cidadão da Compensa serve mais de 1,79 milhão de refeições

    O local atende a uma demanda diária de 350 refeições

    O Programa Restaurante Popular é uma iniciativa do Governo Federal | Foto: Divulgação

    Manaus- Sob a responsabilidade da Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas), por meio do Departamento de Proteção Social Básica (DPSB), gerenciado pela Gerência de Segurança Alimentar (GSAN), o Restaurante Popular Prato Cidadão do bairro da Compensa completa 15 anos de existência na próxima terça-feira, (24), com mais de 36 mil clientes cadastrados, entre eles moradores em situação de rua, desempregados, estudantes, vendedores, donas de casa e aposentados. Ao todo, 1,79 milhão de refeições foram servidas neste período, ao preço simbólico de R$ 1.

    O local atende a uma demanda diária de 350 refeições, cujo cardápio é elaborado por nutricionistas, seguindo todo um processo de análise para fornecer pratos com os nutrientes necessários à alimentação humana. As senhas para ter acesso às refeições começam a ser vendidas às 8h, com prioridade para os aposentados e portadores de necessidades. Às 11h começa o horário do almoço, que se estende até as 13h.

    Como executor das políticas públicas, o Governo do Amazonas implantou, em setembro de 2004, o Prato Cidadão da Compensa, situado na avenida Oscar Borel, s/nº, esquina com a rua Matos Areosa, próximo ao Minishopping da Compensa, zona oeste. O local oferece diariamente, às pessoas em situação de insegurança alimentar, uma refeição de elevado teor nutricional, em ambiente agradável e acolhedor.

    O Prato Cidadão faz parte do Projeto de Garantia do Direito à Alimentação Adequada e é mantido por meio de uma parceria público-privada, coordenada pelo Instituto Adalberto Idamazi. A empresa Innova é quem subsidia as refeições do prato Cidadão da Compensa, cabendo à Sodexo Refeições a responsabilidade de fazer o cardápio de cada dia – arroz, feijão, macarrão, salada e uma proteína variada (frango, carne, fígado, peixe e outros).

    O Programa Restaurante Popular é uma iniciativa do Governo Federal, integrado à rede de ações e programas do Fome Zero, política de inclusão social estabelecida em 2003, junto ao Governo do Amazonas, voltada às pessoas que se encontram em vulnerabilidade social (migrantes, moradores em situação de rua, desempregados, entre outros).

    De acordo com a gerente de Segurança Alimentar da Seas, Kaliny Alves, o restaurante é a forma de garantir um direito protegido pela Constituição Brasileira, via Emenda Constitucional 64, de 2010. A gerente aponta que as pessoas têm direito a uma alimentação adequada, segura, amparada por vários profissionais que se comprometem em promover a segurança alimentar.

    Outros restaurantes

    Além da unidade da Compensa, o Prato Cidadão conta com mais três restaurantes ativos: Centro, Jorge Teixeira e Novo Israel. Diariamente são servidas 1.950 refeições nos quatro restaurantes, totalizando 42.900 pratos mensais.

    Outro serviço oferecido pela Seas é o SOS Sopão localizado nos bairros Alfredo Nascimento, Rio Piorini e Parque São Pedro – Carbrás. O serviço é gratuito e funciona de segunda a sábado, de meio-dia às 15h. O Governo do Estado distribui em cada local aproximadamente 1.500 porções (sopa), totalizando mais de 80 mil porções mensais nas três unidades.

    *Com informações da assessoria 

    Comentários