Fonte: OpenWeather

    Reconhecimento


    Elci Simões é homenageado com Medalha de Ouro Cidade de Manaus

    Elci Simões, Ouvidor-Geral do Tribunal de Justiça do Amazonas, recebeu a maior honraria concedida pela Câmara Municipal de Manaus

    Cerimonia concedeu a Elci a maior honraria dada pela CMM
    Cerimonia concedeu a Elci a maior honraria dada pela CMM | Foto: Lucas Silva

    Manaus - Na manhã desta sexta-feira, o Ouvidor-Geral do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM), o Desembargado Elci Simões de Oliveira foi homenageado na sede da Câmara Municipal de Manaus (CMM) com a Medalha de Ouro Cidade de Manaus, a maior honraria concedida pela casa, por serviços prestados ao estado do Amazonas.

    Proposta pelo vereador Joelson Salles Silva (PSDB), presidente da Câmara Municipal de Manaus e pelo vereador Amauri Colares (PRB), a sessão de homenagem contou com a presença da família do desembargador, além de representantes do poder público e autoridades de Manaus.

    Ao longo da carreira de mais de 20 anos como magistrado, Elci Simões atuou no interior do Amazonas, em cidades como Itapiranga, Lábrea, Urucará, Uatumã, Presidente Figueiredo, Rio Preto da Eva/AM, Benjamim Constant, Eirunepé e também  na capital amazonense, Manaus, onde trabalha atualmente.

    Homenagens

    Joelson Silva, um dos propositores da solenidade
    Joelson Silva, um dos propositores da solenidade | Foto: Lucas Silva

    O propositor da cerimônia Joelson Salles Silva abriu as falas da homenagem, concedendo a honraria ao desembargador. “A Câmara Municipal de Manaus concede a medalha ao excelentíssimo Elci Simões no plenário Adriano Jorge, como reconhecimento aos brilhantes serviços prestados a sociedade manauara", disse o vereador.

    Por fim, ele homenageou a toda a família do homenageado, que estavam presentes no local. "Uma família de guerreiros que contribuem para essa cidade, fazendo muito por todos que aqui residem. Essa medalha reconhece isso e é uma retribuição desta casa. Essa homenagem representa também todo o povo lutador do estado do Amazonas. De todos os vereadores dessa casa, registro aqui essa justa e bela homenagem", finalizou.

    Amauri Colares, um dos propositores da homenagem
    Amauri Colares, um dos propositores da homenagem | Foto: Lucas Silva

    O outro propositor, também vereador Amauri Colares, explicou o motivo da homenagem. "Pelos relevantes serviços prestados aos manauaras e a todos os amazonenses, por mais de dez anos e com uma vida irrepreensível, recebe a maior honraria concebida pela CMM", argumentou Amauri.

    O filho

    O filho do desembargador Elci Simões Jr, emocionado, subiu a tribuna para representar os irmãos. “Falta-me estrutura emocional ao falar de meu pai, a quem em nome de nossa família, presto essa singela homenagem a esse grande homem, de grande coração. Como pai, super protetor, grande educador e sempre presente. Ele, juntamente com nossa mãe, sempre fez de tudo para que tivéssemos os melhores ensinamentos", revelou o filho.

    Filho de Elci Simões, Elci Simões Junior, que realizou um emocionado discurso
    Filho de Elci Simões, Elci Simões Junior, que realizou um emocionado discurso | Foto: Lucas Silva

    Yedo Simões

    O irmão do homenageado e presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM), Yedo Simões, também discursou sobre o homenageado. "Digo para todos que somos siameses, pois estamos sempre juntos. Sendo os mais velhos, ao longo de nossas vidas, sempre buscamos nos ajudar, mesmo nos momentos difíceis, com ele sendo meu mentor", comentou o irmão.

    Yedo Simões durante seu pronunciamento
    Yedo Simões durante seu pronunciamento | Foto: Lucas Silva

    Para Yedo, a educação foi essencial para que ambos prosperassem na vida. "Ele sempre me disse, e foi algo que levei pra vida, que devemos tudo aos livros, o que resultou em nosso crescimento ao longo da vida, conosco estudando até mesmo a luz de lamparinas", argumentou o Presidente do TJ-AM.

    Ao final de sua fala, o presidente do TJ-AM  agradeceu ao irmão e a Câmara  "Essa homenagem feita a você, também é uma homenagem feita a mim e nossos pais, já falecidos, que permitiram que nos chegássemos onde chegamos. Fico agradecido a CMM por essa homenagem a meu irmão mais velho, ao meu menor, que me ajudou a conquistar tudo que conquistamos", finalizou. 

    O Homenageado

    Ao assumir o microfone, Simões mostrou-se bem humorado ao iniciar o discurso. "São tantas emoções, como diria Roberto Carlos (risos). Dentre tantas homenagens que já recebi, essa é uma das mais importantes, pois foi concedida pelos representantes do povo da minha cidade", disse ele.

    Ele também relembrou o inicio da magistratura, além de suas batalhas nessa vida. "Em junho de 89, comecei minha luta, ao qual dediquei minha vida à Magistratura, servindo por muitos anos, em diversas comarcas, de nosso interior. Como juiz, já vi muita miséria e já sequei muitas lágrimas", revelou ele.

    Elci, durante o seu discurso na CMM
    Elci, durante o seu discurso na CMM | Foto: Lucas Silva

    Elci também falou sobre vocação. "Para essa carreira, é preciso sobretudo vocação, pois a Magistratura não é escolhida, é uma predestinação que aceitamos", comentou o homenageado, que  finalizou com agradecimentos. "Agradeço a todos os vereadores que me deram essa honraria, com menção aos propositores desta homenagem. Muito obrigado também aos meu pais, que sempre prezaram por minha educação e ética, além de meus filhos, princípios de honra e bondade", finalizou.

    Comentários