Fonte: OpenWeather

    Gás natural


    Uso de gás natural bate recorde no Amazonas

    No mês de outubro, o aumento é de 4% com relação ao mês anterior. O número é recorde no Amazonas

    Manaus- O uso do gás natural no Amazonas bateu recorde em outubro. O aumento de 4% é o maior de 2019. A variação ocorre pelo aumento conjunto do que é distribuído a todos os segmentos contemplados no estado: térmico, industrial, comercial, veicular e residencial, que somam um total de 642 unidades consumidoras.

    Os segmentos

    Principal consumidor do gás natural, o segmento termoelétrico apresentou um aumento de 4% em relação ao mês anterior, em decorrência do consumo nas usinas termoelétricas instaladas na capital e no interior. Em seguida, a indústria foi a principal responsável pelo aumento do consumo não termelétrico, com volume de 110.021 m³/dia destinado a 46 empresas.

    Nos postos, o Gás Natural Veicular (GNV) apresentou volume superior ao mês anterior em 2%. O período corresponde ao primeiro mês de vigência da Campanha “Faça a Conta. Use GNV!”, que incentiva motoristas a adaptarem o veículo ao combustível com bônus de R$ 4 mil.

    Em plena ampliação, o segmento comercial apresentou alta de 13% em relação a setembro. Já são 88 pontos comerciais atendidos em Manaus, entre eles restaurantes de três shoppings, hotéis, lavanderias, entre outros estabelecimentos. A Companha de Gás do Amazonas (Cigás) possui contratos para atender mais 174 unidades consumidoras comerciais nos próximos meses.

    Já o segmento residencial ampliou em 36% o volume distribuído no mês, após o início do atendimento aos condomínios Riviera Francesa, no Parque Dez de Novembro, e Casablanca, no Conjunto Vieiralves. No total, 489 unidades habitacionais de Manaus já usufruem das vantagens do gás natural, e outras 1.171 serão interligadas nos próximos meses.

     *Com informações da assessoria 

    Comentários