Fonte: OpenWeather

    Imposto


    Prazo para solicitar abatimento do IPTU 2020 termina neste sábado (30)

    A solicitação poderá ser feita exclusivamente pela internet

    Os créditos são válidos por cinco anos e poderão ser indicados para um ou mais imóveis | Foto: Márcio James/Semcom

    Manaus- Encerra neste sábado (30), o prazo para solicitar da Prefeitura de Manaus os créditos do Imposto Sobre Serviço (ISS) para abatimento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) de 2020. Podem solicitar os créditos os contribuintes que tomaram serviços na capital amazonense e pediram o registro do CPF no ato da emissão da Nota Fiscal de Serviço Eletrônica (NFS-e), modelos I e II.

    A solicitação poderá ser feita exclusivamente pela internet, por meio do endereço eletrônico http://creditoiptu.manaus.am.gov.br. Após realizar um cadastro e fazer o login, o contribuinte já pode consultar o valor do crédito e indicar a inscrição imobiliária que terá o abatimento.

    “A consulta e o processo de indicação dos créditos são rápidos e práticos, sem a necessidade do contribuinte comparecer ao atendimento da prefeitura ou enfrentar filas”, enfatizou o subsecretário de Receita da Secretaria Municipal de Finanças e Tecnologia da Informação (Semef), Armando Simões.

    Os créditos são válidos por cinco anos e poderão ser indicados para um ou mais imóveis, basta que a inscrição imobiliária esteja adimplente com o fisco municipal. O ISS gerado também deverá ter sido recolhido pela empresa prestadora de serviços que emitiu a nota. Os documentos fiscais emitidos pelas empresas optantes do Simples Nacional e por empresas com imunidade tributária, como é o caso de algumas escolas, não geram créditos para abatimento.

    O contribuinte pessoa física poderá creditar 20% do ISS gerado pela nota para abatimento de até 50% do IPTU 2020. O imóvel indicado não precisa ser da mesma titularidade do CPF informado na nota fiscal de serviço, entretanto, a matrícula informada não deverá ter registro de débitos vencidos até o dia da indicação.

    *Com informações da assessoria 

    Comentários