Fonte: OpenWeather

    Estrutura


    Vídeo:após desabamento da orla, Parintins decreta estado de emergência

    Com o decreto, o município está trabalhando na busca de recursos via Governo Federal e Governo do Estado para a construção de muro de contenção nos trechos onde não existe a estrutura.

    oda a revitalização está avaliada em R$ 2.300.000,00
    oda a revitalização está avaliada em R$ 2.300.000,00 | Foto: Divulgação

    Parintins - Após o desmoronamento de dois trechos de muro de contenção da orla de Parintins, a 366 quilômetros de Manaus, a prefeitura do município decretou estado de emergência em razão da subida de nível do Rio Amazonas.

    "É nesse período em que os riscos de desmoronamento sobem consideravelmente devido ao constante choque das ondas com as encostas", diz trecho da nota enviada à imprensa.

    A área afetada pela erosão pertence a um dos principais pontos de encontro da cidade, a praça do Comunas, que passa por revitalização. A primeira etapa do trabalho consiste na reconstrução de aproximadamente 140 metros de muro de contenção.

    Com o decreto, o município está trabalhando na busca de recursos via Governo Federal e Governo do Estado para a construção de muro de contenção nos trechos onde não existe a estrutura. Paralelo a isso, a Prefeitura está fazendo a revitalização de um trecho do muro de arrimo localizado na rua Caetano Prestes, Centro, na área que compreende à Praça do Comunas, que havia desmoronado há alguns anos. Inicialmente, a obra está sendo feita com recursos próprios. A previsão de término dos trabalhos é de no máximo 90 dias.

    "O Estado atuará na área posteriormente, com a assinatura de um convênio, para a reconstrução de um outro trecho de contenção que também desmoronou há alguns anos", concluí a nota. 

    Na última segunda-feira (6), a prefeitura de Parintins divulgou que para solucionar o problema de forma emergencial, iniciou, no final de 2019, obras de recuperação das estruturas. A primeira etapa da obra é realizada na rua Caetano Prestes.

    De acordo com o prefeito Bi Garcia, a Prefeitura interviu no trecho em razão da subida das águas. Garcia salienta que as obras vão acabar com qualquer risco de desmoronamento na área. “Nós começamos os trabalhos com recursos próprios da Prefeitura. Devemos assinar convênio na próxima semana com o governador Wilson Lima para fazer todo esse trecho do Comunas e fazer a reforma da praça”, garantiu.

    Toda a revitalização está avaliada em R$ 2.300.000,00 (dois milhões e trezentos mil reais). Recursos municipais e estaduais serão utilizados na ação. 

    Assista à reportagem da TV Em Tempo:

    Assista à reportagem | Autor: Rony Belchior/ TV Em Tempo
     


    Comentários