Fonte: OpenWeather

    Solidariedade


    Vídeo: pastor evangélico ajuda impedir suicídio na Ponte Rio Negro

    Em um vídeo divulgado nas redes sociais é possível ver a mulher chorando angustiada e o pastor tentando acalmá-la

    | Autor: Reprodução
     

    Manaus - Uma mulher de aproximadamente 25 anos foi resgatada na manhã de quarta-feira (15) quando tentou pular da Ponte Jornalista Phelippe Daou, conhecida como Ponte Rio Negro, que liga Manaus aos municípios da zona Metropolitana. Em um vídeo circulado nas redes sociais é possível ver a mulher conversando com um pastor que tenta acalmá-la.

    A mulher foi socorrida pelos policiais da 8ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) e reconfortada pelo pastor. A reportagem conversou com o pastor evangélico Ronaldo Oliveira, da Igreja Evangélica Assembleia de Deus no Amazonas (IEADAM), que relatou como tudo aconteceu.

    Ele informou que observou um tumulto na ponte Rio Negro quando voltava para casa, no bairro Alto de Nazaré, conhecido como Mutirão do Cacau Pirêra, localizado no município de Iranduba (27 quilômetros distante de Manaus).

    A mulher foi reconfortada pelo pastor
    A mulher foi reconfortada pelo pastor | Foto: Divulgação

    “Eu estava de carro com meu irmão voltando para casa. Quando vimos várias pessoas amontoadas no meio da ponte. Logo pensei que poderia ser alguém que estava tentando pular. Paramos o carro e fomos ver sobre o que se tratava. Chegamos lá, vimos uma mulher muito angustiada chorando e gritando ‘Por que vocês me puxaram? Eu já estava pulando da ponte’. Pedi licença do policial e comecei a conversar com ela”, contou Ronaldo.

    À medida que o pastor proferia palavras de reconforto, a jovem confessava do possível motivo da tentativa de suicídio. “Ela ficava falando que estava cansada de ter se doado tanto para uma pessoa. Não posso afirmar, mas ela comentava que tinha sido traída por alguém. Não sei se foi por um amigo, relacionamento amoroso ou outra pessoa que possa tê-la desapontado”, confessou o pastor.

    Após isso, a mulher foi socorrida e retirada do local e acompanhada até o início da ponte para que os familiares pudessem levá-la em segurança para casa. 

    Pastor Ronaldo mora no bairro Alto de Nazaré
    Pastor Ronaldo mora no bairro Alto de Nazaré | Foto: Divulgação

    Levantamento

    Em entrevista à WEB TV EM TEMPO, o capitão Francisco Carpegiane Veras de Andrade, na época subcomandante da 8ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), afirmou que por semana, seis pessoas tentam tirar a própria vida na famosa “ponte Sob o rio Negro”

     "Tem dias que nós atendemos três pessoas. Existem dias que não tem atendimento, mas em média temos o registro de cinco a seis casos de tentativa de suicídio na Ponte Phelippe Daou", disse.

    Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) alertam que o suicídio é a segunda causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos. A psiquiatra Alessandra Pereira falou sobre o trabalho como membro da Associação Brasileira de Estudos e Prevenção de Suicídio (ABEPS) e trouxe uma reflexão sobre as preocupações e escolhas baseadas em outras pessoas, com isso potencializando a culpa e o cenário propício à depressão.

    Os números da publicação apontam que a taxa global de suicídio foi de 10,5 por 100 mil habitantes. Há diferenças quando se observa a renda dos países. Nos de média renda, o índice foi de 9 por 100 mil; nos de baixa, de 10,8 por 100 mil; e nos de alta renda, 11,5 por 100 mil - nesses, o número de mortes de homens foi quase três vezes maior que o de mulheres.

    Cerca se seis pessoas por semana tentam tirar a vida na Ponte Rio Negro
    Cerca se seis pessoas por semana tentam tirar a vida na Ponte Rio Negro | Foto: Leonardo Mota

    Sinais de alerta

    Depressão causa tristeza profunda e pessimismo, sentimentos que podem culminar em comportamentos suicidas. Segundo o Ministério da Saúde, os sinais mais frequentes são irritabilidade, ansiedade, angústia, desânimo, cansaço fácil, e diminuição ou incapacidade de sentir alegria.

    Outros sinais

    Há também outros comportamentos que devem ser observados, de acordo com o Ministério da Saúde: aumento de sentimentos de medo e baixa autoestima, dificuldade de concentração, perda ou alta do apetite e do peso, raciocínio mais lento e episódios frequentes de esquecimento.

    Prevenção

    Segundo a OMS, 9 em cada 10 mortes por suicídio podem ser evitadas e a prevenção é fundamental. O assunto ainda é considerado tabu, e é fundamental que em momentos difíceis as pessoas consigam pedir ajuda para familiares, amigos ou um médico.

    O Centro de Valorização da Vida (CVV) realiza a campanha de prevenção ao suicídio. O CVV reúne 3 mil voluntários, que atendem gratuitamente por telefone, chat ou pessoalmente. Quem precisa de ajuda pode ligar para o 188 a qualquer hora do dia ou noite.

    Comentários