Fonte: OpenWeather

    Prevenção


    Já tomou vacina contra o sarampo? Campanha começa na segunda em Manaus

    O público-alvo é a população na faixa etária entre 5 e 19 anos.

    Campanha Nacional de Vacinação de Tríplice Viral (previne contra sarampo, rubéola e caxumba) | Foto: Divulgação

    Manaus - O Ministério da Saúde inicia, no próximo dia 10 (segunda-feira), a Campanha Nacional de Vacinação de Tríplice Viral (previne contra sarampo, rubéola e caxumba). O público-alvo é a população na faixa etária entre 5 e 19 anos.

    A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) informa que todas as secretarias municipais de saúde estão abastecidas com doses da vacina. O Dia D de mobilização nacional será no próximo dia 15 (sábado).    

    A diretora-presidente da FVS-AM, Rosemary Costa Pinto, ressalta que esta é mais uma ação pela vida. “A campanha é destinada a um público-alvo que está desprotegido, principalmente crianças. Não vacinar seus filhos menores de idade pode gerar riscos à saúde da própria criança e de seus familiares e até contribuir para a circulação do vírus no Estado”, disse Rosemary.

    Segundo FVS-AM, todas as secretarias municipais de saúde estão abastecidas com as doses da vacina
    Segundo FVS-AM, todas as secretarias municipais de saúde estão abastecidas com as doses da vacina | Foto: Divulgação

    Atualização

    A coordenadora do Programa Estadual de Imunização (PNI-FVS), Izabel Nascimento, aproveita a oportunidade para convidar os pais para a atualização da caderneta de vacinação da criança. “É muito importante que essa criança tenha sua caderneta em dia e assim ficar protegida contra doenças que podem ser evitadas por vacinas disponíveis na unidades de saúde de forma gratuita”, ressaltou Izabel.

    A segunda etapa da campanha Nacional da Tríplice viral será no período de 3 a 31 de agosto, para o público-alvo (pessoas idade entre 30 e 59 anos). O Dia D de mobilização nacional será 22 de agosto de 2020.

    Dados da doença - O último caso confirmado de Sarampo no Amazonas foi em janeiro de 2019, sendo três casos em Manaus e um em Coari. Em 2018, o Estado registrou 9.809 casos confirmados em 50 cidades.

    *Com informações da assessoria

    Comentários