Fonte: OpenWeather

    Tapauá


    Poder Judiciário promove audiência em residência de ribeirinho

    O idoso é portador da doença de parkinson e não tem condições de se locomover, por esses motivos, o Poder Judiciário foi ao encontro dele que reside às margens do Rio Purus.

    O idoso é acometido de mal de parkinson em estágio avançado. Ele mora em um flutuante ancorado às margens do Rio Purus.
    O idoso é acometido de mal de parkinson em estágio avançado. Ele mora em um flutuante ancorado às margens do Rio Purus. | Foto: Divulgação

    Amazonas - A juíza Priscila Maia Barreto, titular da Comarca de Tapauá (município localizado na calha do Rio Purus e distante 565 quilômetros de Manaus), realizou audiência de instrução na moradia de um ribeirinho que, acometido por Mal de Parkinson, não tem condições de se locomover à zona urbana do município onde está situado o fórum local.

    O idoso Manuel de Jesus Gaspar de Oliveira pleiteia sua aposentadoria, por invalidez, em razão da doença pela qual é acometido e cujo estágio é avançado. Em razão da impossibilidade de locomoção do idoso, o Poder Judiciário foi ao encontro dele que reside em um flutuante ancorado às margens do Rio Purus.

    Para a juíza Priscila Barreto, contribuir com a prestação jurisdicional no interior do Amazonas é gratificante. “Poder levar a prestação jurisdicional para pessoas que se encontram em condições de saúde desfavoráveis e que residem em locais distantes dos grandes centros urbanos é gratificante”, comentou a magistrada.

    No mesmo município de Tapauá, em seu trabalho ordinário realizado no fórum local, a comarca proveu recentemente, entre os dias 17 e 21 de fevereiro, 90 outras audiências previdenciárias e também 10 audiências criminais.


    *Com informações da assessoria

    Comentários