Fonte: OpenWeather

    Forte chuva


    Chuva castiga Manaus e deixa pontos de alagações e presos em motel

    Veja as ocorrências registradas na manhã desta segunda-feira (23) em Manaus, dentre elas estão clientes presos em um motel à espera do resgate do Corpo de Bombeiros

     

    A forte chuva desta manhã de segunda-feira causou alagamentos e deslizamentos
    A forte chuva desta manhã de segunda-feira causou alagamentos e deslizamentos | Foto: Reprodução e Kennedson Paz

    Manaus – A madrugada e a manhã desta segunda-feira (23) foram marcadas pela forte chuva na capital amazonense. A Defesa Civil do Município registrou cinco ocorrências, entre elas deslizamento e alagações. O Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM) registrou o desabamento de uma empresa localizada na avenida Torquato Tapajós. Segundo o pluviômetro do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), nas últimas 24 horas choveu 10 mm na cidade de Manaus. 

    Deslizamentos

    Entre os registros de deslizamentos, há ocorrências nos bairros Novo Israel e Colônia Terra Nova, na Zona Norte; e três alagamentos, entre eles no bairro São José 1, Zona Leste, e no conjunto Manôa e bairro Monte das Oliveiras, na Zona Norte. Ao todo, são 28 casos.

    Alagações

     

    Carros ficaram submersos
    Carros ficaram submersos | Foto: reprodução

    Também foram registrados vários pontos de alagamentos, entre eles, avenidas de grande circulação na cidade. A avenida Torquato Tapajós ficou intrafegável nos dois sentidos. Alguns trabalhadores registraram o momento em que motoqueiros e motoristas tentam passar pelo local.

    Ruas permanecem alagadas
    Ruas permanecem alagadas | Foto: Kennedson Paz

    Ainda na mesma avenida, um motel ficou alagado. O Corpo de Bombeiros informou que quatro casais estão presos no local por conta da alagação. A equipe de uma viatura do tipo Auto Bomba Tanque (ABT-24), do Batalhão de Incêndio Florestal e Meio Ambiente (BIFMA), está no local aguardando a chegada do bote para retirada das vítimas.

    Veja o vídeo:

    A equipe do Corpo de Bombeiros está no local | Autor: Reprodução
     

    A avenida Francisco Queiroz, conhecida como estrada do Manôa, na Zona Norte, também ficou alagada. Algumas lojas fecharam as portas, pois o nível da água subiu muito e ultrapassou as calçadas. Os moradores e lojistas do local reclamam que todas as vezes que chove precisam improvisar para que os materiais das lojas não sejam prejudicados. 

     

    Veja como está a estrada do Manôa, na Zona Norte.
    Veja como está a estrada do Manôa, na Zona Norte. | Foto: reprodução

    Desabamento

    O teto de uma empresa, localizada na avenida Torquato Tapajós desabou durante a chuva desta manhã. Ainda não há informações de feridos na ocorrência. A equipe do CBMAM está na ocorrência. O trânsito no local permanece lento sentido bairro-Centro. Ao todo, 11 desabamentos foram contabilizados pela Defesa Civil do Amazonas. 

     

    A empresa fica localizada na avenida Torquato Tapajós
    A empresa fica localizada na avenida Torquato Tapajós | Foto: reprodução

    Riscos

    Os riscos para quem entra em contato com a água em ambiente de alagações devido à chuva são iminentes. A água suja de enchentes e alagamentos podem esconder vários riscos, entre eles, contrair a leptospirose, uma doença infecciosa aguda após a exposição direta e indireta de urina de animais, como a de ratos; e outras doenças infecciosas, como a hepatite A. 

    Balanço

    De acordo com a Defesa Civil do Amazonas foram registrados durante a manhã desta segunda-feira (23):  16 alagações, 28 deslizamentos de barranco, 11 desabamentos de casa, dois tombamentos de árvore, cinco casas correm o risco de desabar, duas crateras abertas, seis desabamentos de muro e dois casos com risco de desabamento de casa. 

    Comentários