Fonte: OpenWeather

    Coronavírus


    Detendo morre por Covid-19 em presídio no Amazonas

    Ricardo Vilca, de 46 anos, morreu após ficar cinco dias internado. Outras unidades prisionais no interior possuem internos infectados

    Presídios de Parintins,  Tefé e Itacoatiara também possuem presos doentes
    Presídios de Parintins, Tefé e Itacoatiara também possuem presos doentes | Foto: Reprodução

    Tabatinga (AM) -  Internado há cinco dias na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Tabatinga, distante 1.108 quilômetros de Manaus,o  interno da Unidade Prisional do município (UPTBT) Ricardo Vilca Souza, de 46 anos, morreu em decorrência de complicações da Covid-19. A informação foi confirmada pela Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) nessa quarta-feira (13). 

    O detento era natural de Benjamin Constant e estava preso desde fevereiro deste ano. Ainda conforme a Seap, na UPTBT ainda se encontram sete internos infectados pelo novo coronavírus. Outros três servidores, que já foram afastados do serviço, permanecem em tratamento médico em casa. 

    Parintins 

    Na Unidade Prisional de Parintins (UPPIN), também na quarta-feira, mais oito detentos testaram positivo para o coronavírus. Com esses novos resultados, somam 23 internos infectados dentro da unidade, 11 em prisão domiciliar e três servidores, já afastados e em tratamento. 

    Tefé

    Na Unidade Prisional de Tefé, um detento que deu entrada, nesta quarta-feira, foi detectado com a doença e já ficou separado dos demais, recebendo acompanhamento médico. No total, são quatro internos infectados dentro da unidade e um em prisão domiciliar. 

    Itacoatiara

    A Unidade Prisional de Itacoatiara (UPI) permanece com dois infectados pelo novo coronavírus. Três servidores que testaram positivo, na semana passada, continuam em casa.

    Todos os apenados infectados, que permanecem dentro das unidades, estão recebendo acompanhamento e medicação apropriada receitada pelos profissionais de saúde. Eles farão um segundo teste para confirmação. O estado desses internos é estável, com sintomas leves.

    *Com informações da assessoria 

    Comentários