Fonte: OpenWeather

    Mês das noivas


    Noivos tentam casar em Manaus mas não conseguem

    Segundo o casal, a data já foi remarcada três vezes.

    Devido a pandemia, o casal teve que remarcar o enlace matrimonial
    Devido a pandemia, o casal teve que remarcar o enlace matrimonial | Foto: Arquivo pessoal

    Manaus- Após sete anos de relacionamento, o frentista Iane Abreu, 43 anos, foi intimado pela dona de casa Liliane Rodrigues a casar. O frentista já havia casado há um tempo e precisava resolver problemas com a papelada do divórcio. Mas em seus planos, os pombinhos não esperavam que a pandemia da Covid- 19 os impedisse de oficializar a união. Segundo o casal, a data já foi remarcada três vezes.

    Depois da filha de quase quatro anos, fruto deste relacionamento, ambos resolveram oficializar o enlace matrimonial. Estava tudo marcado: 20 de março de 2020 era a data do casamento, que aconteceria na sede do Cartório do Registro Civil do 6º Ofício, localizado na rua Lourival Muniz, bairro da Glória (Zona Oeste de Manaus).

    “Saímos para comprar roupas novas para usar na cerimônia. Optei por um macacão de cor bege, algo que combinasse com o meu estilo. As lojas do Centro da cidade já estavam fechando. Fizemos tudo com pressa. O Iane tinha um jeans e uma camisa social. Iria me arrumar em casa, fazer make e cabelo”, relatou a noiva.

    Mudança de planos

    Tudo mudou depois da ligação do cartório. Segundo a informação, todos os noivos deveriam ir ao local de máscaras, pois, por se tratar de um casamento coletivo, era necessário o uso do equipamento de proteção. Triste, a noiva já cancelou a maquiagem, afinal de contas, com máscaras não dar para mostrar a make completa.

    Iane e Liliane estão guardando com carinho as roupas do para o grande dia
    Iane e Liliane estão guardando com carinho as roupas do para o grande dia | Foto: Divulgação

    “Na quinta-feira (19) o cartório cancelou o casamento, em cumprimento aos decretos do Estado e a ordem da Organização Mundial da Saúde (OMS). Pediram para escolhermos uma nova data, entre os dias oito ou 22 de maio. E preferimos dia 22”, contou o noivo.

    Entretanto, com o avanço de doença na capital e no interior, os decretos de isolamento foram prorrogados e impediram que os apaixonados concretizassem o sonho. As roupas do evento seguem guardadas e limpas no roupeiro. O casal tem uma nova data para o matrimonio: 26 de junho.

    “Eu não sei como será daqui em diante relacionado a pandemia. Mas meu sonho é casar. Quero muito realizar isso. Iane já me enrolou demais. Quando o homem decide nossa vida, ainda aparece o coronavírus para atrapalhar.  Aí complica minha situação”, relatou a noiva, bem humorada.

    Os noivos seguem ansiosos para o desenrolar dessa história. Será que Liliane e Iane vão conseguir casar em 2020?

    O governador Wilson Lima apresentou, nesta quarta-feira (27), o plano de retomada gradual das atividades não essenciais em Manaus, que inicia no dia 1⁰ de junho.

    Comentários