Fonte: OpenWeather

    Saneamento


    Rede de abastecimento leva água tratada a moradores em vulnerabilidade

    Os moradores de palafitas do bairro Educandos serão assistido pela nova rede de saneamento

    | Foto: Adan Garantizado/Águas de Manaus

    Manaus – O bairro do Educandos, localizado na Zona Sul da capital é considerado um dos mais antigos da capital e devido ao grande volume de moradores que residem as margens dos igarapés do bairro muitos não tinham acesso a água tratada, no mês de maio a situação passou a ser revestida com a instalação de novas redes de abastecimento de água na região.

    A ação de abastecimento faz parte do programa itinerante “Vem com a Gente” da concessionária Águas de Manaus que busca levar água tratada e regularizar o abastecimento nas palafitas do Educandos. A empresa está implantando novas redes de água tratada, substituindo redes antigas, instalando hidrômetros, retirando ligações irregulares e corrigindo vazamentos. As equipes estão promovendo uma série de melhorias no abastecimento do Educandos, especialmente na região dos becos, escadarias e orla do bairro.

    No total, cerca de 1000 metros de novas redes de água serão implantados para as palafitas, beneficiando 305 residências e 1200 moradores apenas nas áreas alagadas do Educandos. Os trabalhos seguem a todo vapor e devem ser finalizados na primeira quinzena de junho. Locais como os becos da Bomba, Manoel Urbano, Inocêncio de Araújo, Ajuricaba, Delcídio do Amaral e beco da Paciência já começaram a receber água através das novas redes. Todos os moradores das palafitas ainda estão sendo cadastrados na tarifa social, benefício que concede 50% de desconto nas tarifas para famílias de baixa renda.

    Morando no beco Manoel Urbano há 54 anos, a comerciante Francisca Ribeiro aprovou a iniciativa da concessionária. “Minha residência contava com hidrômetro há dez anos, mas, enfrentamos alguns problemas de abastecimento ao longo do tempo. Haviam também vazamentos antigos dentro do beco. Tudo isso mudou a partir da entrada da empresa aqui. Os funcionários instalaram um novo hidrômetro, trocaram as tubulações e deixaram tudo arrumado. A água está muito boa e eu posso utilizá-la para tudo. Esse é um trabalho importante para todos nós”, disse Francisca.

    Moradora do beco Ajuricaba, a costureira Michele Perdigão,33, relata que o abastecimento de água em sua residência acabava sendo comprometido por conta das ligações irregulares no local. “Nem todo mundo tinha uma ligação correta. Muita gente, até mesmo por desinformação, acabava puxando água de outras casas. E isso prejudicava muito todos nós. As equipes da Águas de Manaus passaram por aqui, cadastraram todas as casas, conversaram com todo mundo e estão fazendo o serviço. É muito importante que todos tenham essa consciência. A água já está chegando limpinha em casa. Nunca vi uma empresa ter essa preocupação de olhar pela gente. Espero que os funcionários estejam sempre presentes por aqui”, contou.

    Nascida e criada nas palafitas do Educandos, a dona de casa Taila Farias, 30, conta que, por muitas vezes, utilizou uma água imprópria para o consumo em sua residência. Após ter a ligação regularizada e passar a receber a água tratada pela Águas de Manaus em suas torneiras, ela já aponta diversas melhorias em seu dia a dia. “Com a nova encanação, a água chega limpinha. Eu e minha família podemos usar essa água para beber, fazer comida ou lavar a roupa com tranquilidade. Espero que o serviço só melhore depois desse trabalho da empresa aqui no beco”, contou.

    Retorno

    As ações de saneamento foram realizadas em todo mês de maio
    As ações de saneamento foram realizadas em todo mês de maio | Foto: Adan Garantizado/Águas de Manaus

    Parte do Educandos já havia sido visitado pelo Vem com a Gente, por algumas semanas, em dezembro de 2018. Mas, devido ao incêndio que atingiu mais de 600 residências na área de palafitas no dia 17 de dezembro de 2018, o programa precisou reorganizar sua ação no bairro.

    Em meio a pandemia do coronavírus, a Águas de Manaus resolveu retornar ao local, para garantir que as pessoas que moram na área alagada do bairro também tenham acesso a água tratada neste momento em que ela é tão essencial. “Por conta de tudo o que aconteceu no Educandos em 2018, nós precisamos aguardar para retornar. Hoje, no mundo, há uma preocupação muito grande com a saúde de todos. E a água tem um papel fundamental nesse contexto. Ela é um dos principais itens de combate ao coronavírus. Quando a empresa chega aqui, implanta novas redes e leva água tratada até os moradores, estamos levando, qualidade de vida dignidade e mais do que nunca, saúde até a casa destas pessoas”, declarou o diretor-presidente da Águas de Manaus, Renato Medicis.

    Os moradores também estão recebendo orientações das equipes quanto ao consumo consciente de água. “É importante que todos os moradores saibam que terão uma nova vida daqui para frente. Por isso, quando realizamos o cadastro na tarifa social, explicamos que eles precisam fazer o bom uso da água e se manter regulares para ter o benefício. E a população tem entendido que precisa fazer sua parte também. Em alguns casos que mapeamos aqui no Educandos, a conta de água será o primeiro comprovante de residência que o morador consegue obter, mesmo morando há 30, 40 anos no local”, contou o gerente comercial da Águas de Manaus, Waldyr Vilanova.

    Dignidade

    O programa de assistiu 28 bairros na capital.
    O programa de assistiu 28 bairros na capital. | Foto: Adan Garantizado/Águas de Manaus


    Desenvolvido pela concessionária Águas de Manaus, o Vem com a Gente promove melhorias nos serviços de água e esgoto na cidade desde agosto de 2018. Até o momento, 28 bairros da cidade foram visitados pelo programa. Através do “Vem com a Gente”, cerca de 38 mil metros de novas redes de água tratada foram implantadas pela empresa apenas em áreas de becos, palafitas, rip-rap e vielas dos bairros visitados, levando dignidade e saúde para 32 mil moradores da cidade. O Vem com a Gente já beneficiou mais de 700 mil pessoas em Manaus com serviços de melhoria de abastecimento, como substituição de hidrômetros, regularização, novas redes de água e correção de vazamentos.

     *Com informações da assessoria.


    Comentários