Fonte: OpenWeather

    Melhorias


    Setor de imagem do Hospital Adriano Jorge, em Manaus, é reinaugurado

    Dois novos aparelhos foram instalados no setor, que aguardava modernização há 17 anos

    Setor de Imagem do Adriano Jorge foi reinaugurado nesta sexta-feira (31)
    Setor de Imagem do Adriano Jorge foi reinaugurado nesta sexta-feira (31) | Foto: Divulgação/Secom

    Manaus - A Fundação Hospital Adriano Jorge (FHAJ) reinaugurou nesta sexta-feira (31) o Setor de Imagem, que passou a contar com dois novos aparelhos de raio-X digital de alta tecnologia - o Altus DR da Konica Minolta e o CR 35 da Agfa. A chegada dos equipamentos representa uma modernização aguardada há mais de 17 anos. 

    A aquisição feita pela Secretaria de Estado da Saúde (Susam) vai permitir a ampliação da capacidade de atendimento em cinco vezes, elevando de 900 para 3.000 a quantidade de exames de imagem realizados por mês.  

    "Estamos trabalhando soluções rápidas e eficientes para a área de saúde, e uma delas é dotar as unidades de saúde de equipamentos que substituam a tecnologia existente e ultrapassada. Vamos conseguir maior produtividade e com um investimento não tão alto, de R$ 230 mil, conseguimos eliminar custos anuais de R$ 169 mil que eram gastos num equipamento inferior", destacou Marcellus Campêlo, secretário interino da pasta.

    Novos equipamentos foram instalados no Setor de Imagem
    Novos equipamentos foram instalados no Setor de Imagem | Foto: Divulgação/Secom

    Ainda segundo o secretário, a implantação dos equipamentos faz parte de um plano de ações que a Susam está desenvolvendo nos próximos dois anos.

    Com as novas tecnologias implantadas, todos os exames de raio-X realizados na FHAJ já estarão disponíveis em formato digital para visualização para todos os médicos em atendimento ambulatorial, internados em clínicas cirúrgicas, médicas, ortopédicas, Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e Centro Cirúrgico. 

    *Com informações da assessoria

    Leia Mais

    Mais de 85 mil pessoas já se recuperaram da Covid-19 no Amazonas

    Festa de inauguração em Caapiranga é suspensa após ação do MP-AM

    Taxa de ocupação de leitos de UTI no AM é de 72% no fim de julho

    Comentários