Fonte: OpenWeather

    Reajuste


    Conta de energia deve subir mais de 8% no Amazonas

    Proposta de aumento irá passar por consulta pública até o dia 9 de outubro

    Você pode dar sua contribuição para a consulta
    Você pode dar sua contribuição para a consulta | Foto: Ricardo Oliveira

    Manaus - A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou, na última terça-feira (25), a abertura de uma consulta pública a fim de avaliar o aumento de mais de 8% na tarifa de energia no Amazonas. Segundo a ANEEL, sediada em Brasília, o aumento para a concessionária que atua no estado - a Amazonas Energia - ocorre por questões de padronização.

    Segundo a Agência, a conta sofrerá o acréscimo devido os "custos da atividade de distribuição em decorrência da base de remuneração da concessionária, os gastos com a transmissão de energia elétrica em razão do reajuste da Tarifa de Uso dos Sistemas de Transmissão (TUST) e os custos com compra de energia. Porém, a Conta-covid ainda contribuiu para amenizar o impacto do reajuste em -10,57%", explica em nota da Aneel.

    A proposta sugere um aumento de 8,32% para a baixa tensão. Para a alta tensão em indústrias será de 8,90% e o efeito médio para o consumidor alcança os 8,50%.

    Quem quiser participar da consulta poderá enviar suas contribuições pelo e-mail [email protected] do dia 26 de agosto até o dia 9 de outubro. No dia 18 de setembro, ainda haverá uma consulta por meio de uma sessão virtual.

    Após as consultas, a decisão entrará em vigor a partir do dia 1º de novembro. 

    Leia mais:

    Pesquisador do AM cria produto para cicatrizar feridas em diabéticos

    Novas linhas não significam crédito fácil para empreendedores do AM

    Novo marco legal do saneamento básico prorroga fim de lixões no AM


    Comentários