Fonte: OpenWeather

    Disque 181


    Crimes contra animais aumentam na pandemia: relembre casos polêmicos

    As denúncias tiveram alta de 38,8% frente ao mesmo período do ano passado

    Manaus- Casos de denúncias de maus-tratos a animais são frequentemente noticiados pelo EM TEMPO. Os números de publicações refletem o que tem sido registrado na Delegacia Especializada em Crimes contra o Meio Ambiente (Dema). De janeiro a julho deste ano, a Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) registrou 293 denúncias deste crime, uma alta de 38,8% frente ao mesmo período do ano passado.

    As histórias mais comuns são de animais que foram abandonados e que, muitaS das vezes, vivem sem alimentação ou água. As autoridades acreditam que devido à Covid-19, houve uma expansão desse tipo de crime, associado ao fato das pessoas estarem em casa e mais observadoras. A informação é da delegada Carla Biaggi, titular da Dema.

    “Acreditamos que esse aumento se deu por conta da pandemia. Como as pessoas ficavam muito tempo em casa, elas passaram a verificar na vizinhança como o animal é tratado. Cerca de 95% das denúncias que recebemos são dos próprios vizinhos. Em todas as denúncias, nós vamos até o local e procuramos saber se é verdade que o animal está sofrendo maus-tratos. Em alguns casos, a equipe faz a perícia ou precisamos de laudo dos veterinários para comprovar o crime”, explicou a delegada.

    Relembre alguns casos 

    Um vídeo em que aparece um cavalo abandonado no ramal do Brasileirinho, na zona rural de Manaus, viralizou nas redes sociais e causou tristeza, conforme desabafo de vários internautas. Isso acontece  no dia 30 de agosto. Nas cenas era possível observar que o animal está sem forças e com o corpo cheio de feridas, e em uma delas, larvas e insetos tomavam conta. Essa história teve o final feliz, após um fazendeiro identificado apenas com "Wagner" adotou o equino.

    Outro assunto triste que também ganhou repercussão foi o caso dos animais que foram abandonados na Feira Livre do bairro Nova Cidade, zona Norte de Manaus em julho deste ano. Durante o pico da pandemia no Estado, bichos de várias espécies eram deixados em caixas, sacolas ou amarrados em correntes. Muitas vezes eram cadáveres, em outras eles acabavam morrendo no local. Os que sobreviviam eram pela solidariedade de algumas pessoas.

    Esta situação ainda não foi solucionada, de acordo com a protetora de animais Wallesca Magalhães. A Feira Livre ainda é palco de abandono.

    "Depois que vocês realizaram a reportagem, até que diminuiu o número de abandono, mas não acabou. Precisamos realizar um trabalho educacional para conscientizar nossa sociedade, e destruir essa cultura de abandono" destacou a protetora.

    Cerca de 35 galos foram resgatados pelo Batalhão Ambiental da Polícia Militar no dia 7 de junho deste ano. Os animais estavam em um  local onde funcionava uma rinha de galos, na zona Norte da capital. Após denúncias, a polícia foi ao lugar e verificou que as aves eram mantidas em gaiolas e algumas apresentavam ferimentos característicos da briga de rinha. Um homem foi preso nas penalidades previstas na Lei 9605/98.

    Sobre a Lei 9605/98

    De acordo com a Lei,  matar, perseguir, caçar, apanhar, utilizar espécimes da fauna silvestre, nativos ou em rota migratória, sem a devida permissão, licença ou autorização da autoridade competente, ou em desacordo com a obtida, é crime. Cuja a pena pode ser detenção de seis meses a um ano, e multa

    Canais de Denúncia 

    Crimes contra os animais podem ser denunciados no site da Delegacia Interativa (www.delegaciainterativa.am.gov.br), ou, ainda, de forma anônima por meio do 181, o disque-denúncia da SSP-AM.

    A Dema está localizada na rua 27 de Novembro, 26, bairro Compensa, zona Oeste, e os números para informações ou denúncias são (92) 3239-3840 e 99962-2340.

    Este ano já foram instaurados 304 inquéritos para investigar os crimes contra animais domésticos ou silvestres pela Dema. As ações de proteção aos animais e ao meio ambiente acontecem em parceria entre o Batalhão Ambiental da Polícia Militar, a Dema e órgãos como o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

    Leia Mais: 

    Vídeo: Cavalo é abandonado doente em estrada no Amazonas

    Maus-tratos: Animais são abandonados em feira no Nova Cidade

    Mais de 30 animais são resgatados em rinha de galo em Manaus

    Comentários