Fonte: OpenWeather

    Tragédia


    ‘Não sabiam nadar’, diz bombeiro sobre jovens que se afogaram no AM

    O nível da água atingia o umbigo deles, mas em certo ponto as vítimas caíram em um buraco na praia do Açutuba

    | Foto: Reprodução

    Manaus - “Recebemos informações que as vítimas não sabiam nadar e foram desafiar a natureza”, relatou o subtenente C. Reis, do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM), que coordena os trabalhos de buscas pelo corpo do jovem Cleber Lucas Moriz, de 19 anos, que está desaparecido no rio Negro. Nesta segunda-feira (21), a equipe de mergulhadores conseguiu localizar apenas o corpo do adolescente Deivid Neves Castro, de 15 anos. 

    O subtenente explicou que Cleber desapareceu após tentar salvar o adolescente que estava se afogando. O oficial ainda explicou os fatores da tragédia que aconteceu na tarde do último domingo (20), na praia do Açutuba, em Iranduba.

    “Os dois saíram de uma ponta de praia para tentar acessar a outra. O nível da água atingia o umbigo deles, mas em certo ponto as vítimas caíram em um buraco. O Cleber salvou uma outra jovem e ainda tentou ajudar o Deivid, mas também acabou submergindo”, disse C. Reis. 

    A equipe do CBMAM encontrou o corpo de Deivid por volta das 13h desta segunda. “O cadáver estava a 15 metros de distância do ponto onde teria desaparecido. Trabalhamos de forma intensa, com três mergulhadores que atuam em uma área de 100 metros quadrados, mas não encontramos o Cleber”, contou o subtenente. 

    As buscas devem continuar a partir das 7h30 desta terça (22).

    Comentários