Fonte: OpenWeather

    Greve


    Urgente: Sem salário, rodoviários paralisam atividades em Manaus

    Ainda não há informação sobre o quantitativo da frota afetada. Por volta das 10h, os motoristas decidiram retornar com os coletivos para suas respectivas garagens

    Paralisação iniciou por volta das 10h
    Paralisação iniciou por volta das 10h | Foto: Arquivo EM TEMPO

    Manaus - Por falta do pagamento do salário mensal, trabalhadores rodoviários decidiram paralisar as atividades, na manhã desta terça-feira (15), em Manaus. Ainda não há informação sobre o quantitativo da frota afetada. Os motoristas decidiram retornar com os coletivos para suas respectivas garagens. 

    Conforme os rodoviários que aderiram a paralisação, o ato iniciou às 9h30 e encerrou por volta das 10h30, quando os coletivos voltaram a seguir os itinerários normalmente.

    O Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários (STTRM) informou que a decisão partiu dos próprios profissionais. "Tendo em vista que hoje já é dia 15 e o pagamento dos trabalhadores ainda não caiu, os rodoviários resolveram parar", comunicou a assessoria da entidade. 

    Em nota, o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram) informou que não foi notificado sobre a paralisação.

    Negociação

    A Prefeitura de Manaus, por meio do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), intermediou, na manhã desta terça, uma reunião entre empresários e trabalhadores do sistema de transporte coletivo a fim de dirimir impasses referentes à reivindicação do Sindicato dos Rodoviários em relação a pagamento de salários. 

    O IMMU, por meio de seus Fiscais de Transportes, acompanhou a situação e orientou os usuários do transporte coletivo na capital. 

    Comentários