Fonte: OpenWeather

    Inauguração


    Wilson Lima entrega viaduto Lydia Corrêa, na Zona Norte de Manaus

    A obra total está estimada em R$ 104 milhões e hoje já foi entregue cerca de 50% do trabalho total

    O próximo anel viário a ser entregue será na zona Leste
    O próximo anel viário a ser entregue será na zona Leste | Foto: Suyanne Lima


    Manaus - O governador do Estado Wilson Lima entregou na tarde desta quarta-feira (23), às 16h, o viaduto Lydia da Eira Corrêa, localizado entre a avenida Torquato Tapajós com a estrada do bairro Tarumã, na Zona Oeste, e avenida Arquiteto José Henriques, na Zona Norte de Manaus. Essa é centésima obra entregue pelo atual governo. O nome do viaduto é uma homenagem à professora e esposa do deputado estadual Serafim Corrêa, que faleceu no último domingo (20). 

    "Hoje é um dia importante, pois vemos um sonho se tornar realidade. É o concreto erguido para dar funcionalidade à cidade. Assim que assumi tive a preocupação de tocar obras pela metade ou que tinham problema de execução. Esse será o maior complexo viário do Norte do Brasil. São oito alças, sendo quatro de entrada e quatro de saída. Estamos entregando 3,5 km de avenida duplicada até a ponte do bairro Tarumã e vamos continuar trabalhando na extensão dessa rodovia realizando desapropriações e indenizando famílias", explicou Wilson Lima. 

    Participaram da solenidade secretários estaduais e engenheiros que aturam no planejamento do viaduto. O governador destacou que a obra terá impacto imediato na vida dos manauaras. A partir de 6h de quinta-feira (23), o trânsito será liberado para acesso ao viaduto. 

    O anel viário tem oito alças de acesso
    O anel viário tem oito alças de acesso | Foto: César Gomes


    "O fluxo de veículos aqui no local vai ter uma maior tranquilidade. As pessoas não precisarão esperar tanto no trânsito. Esse trecho era considerado caótico em horário de pico e aqui dá acesso à Zona Norte, Tarumã, BR-174 e à rodovia AM-010. É  uma das entradas e saídas da cidade, e com certeza é uma das maiores soluções viárias já entregues pelo nosso governo. A obra total está estimada em R$ 104 milhões e hoje já foi entregue cerca de 50% do trabalho total. Falta ainda a desapropriação de 54 propriedades. Assim que isso for feito, nós acreditamos que até o final de 2021 o Anel Viário Sul será entregue por completo", destacou Lima.

    O secretário de infraestrutura do Amazonas, Carlos Henrique Lima, também esteve presente na solenidade e falou sobre o efeito positivo que a obra vai ocasionar no trânsito de Manaus.

    A obra total está estimada em R$ 104 milhões e hoje já foi entregue cerca de 50% do trabalho total
    A obra total está estimada em R$ 104 milhões e hoje já foi entregue cerca de 50% do trabalho total | Foto: César Gomes


    "Trabalhamos incansavelmente para a conclusão de nossas obras. Esse viaduto vai permitir uma melhoria da logística que vai transformar a cidade de Manaus. Temos orgulho de falar que transformamos e conseguimos executar essa obra que estava em projeto desde 2013, com apenas 15% em execução. Estamos transformando planos não executados em planos reais", declarou o secretário. 

    Em coletiva de imprensa, o governador citou que as obras do Anel Leste estão saindo do papel. Esse anel viário saíra do bairro Puraquequara, na Zona Leste da cidade, e seguirá até a área da Reserva Florestal Adolpho Ducke.  Serão aproximadamente 17 quilômetros de avenida duplicada que terá ligação com o Anel Sul. 

    Essa obra visa dar segurança a veículos que sairão do bairro Distrito Industrial 2, naquela zona.

    Esse anel viário saíra do bairro Puraquequara, na Zona Leste da cidade, e seguirá até a área da Reserva Florestal Adolpho Ducke.
    Esse anel viário saíra do bairro Puraquequara, na Zona Leste da cidade, e seguirá até a área da Reserva Florestal Adolpho Ducke. | Foto: César Gomes


    Comentários