Fonte: OpenWeather

    Luto


    Jornalista Agnaldo Oliveira morre vítima de Covid-19 no Amazonas

    Jornalista formado pela Ufam, Agnaldo atuou como repórter especial da afiliada da Rede Globo em Manaus e participou de várias coberturas jornalísticas de momentos que marcaram a história

     

    O amazonense participou de várias coberturas jornalísticas de momentos que marcaram a história
    O amazonense participou de várias coberturas jornalísticas de momentos que marcaram a história | Foto: Divulgação

    Manaus -  Aos 44 anos, o jornalista amazonense Agnaldo Oliveira Júnior, um dos mais conhecidos profissionais da imprensa do Estado, morreu na manhã desta segunda-feira (4), vítima de Covid-19, no Hospital e Pronto-Socorro Delphina Aziz, na Zona Norte de Manaus. 

    Jornalista formado pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam), ele atuou como repórter especial da Rede Amazônica, afiliada da Rede Globo em Manaus e foi Gerente de Jornalismo do Amazonsat, canal que pertence ao mesmo grupo.

    Além disso, Agnaldo passou pelas assessorias de comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e do Ministério Público do Amazonas (MPAM), onde trabalhava atualmente.

    O amazonense participou de várias coberturas jornalísticas de momentos que marcaram a história, especialmente no mundo esportivo. Ele cobriu, por exemplo, a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016.

    “Assim foi durante muito tempo. Assim será, sempre. Mora em mim essa paixão que nunca acaba”, declarou ele em um post do Facebook, no dia do Jornalista, comemorado dia 7 de Abril.

    Agnaldo deixa sua companheira, Tereza Teófilo, e dois filhos.

    Colegas da imprensa prestam homenagem a Agnaldo Oliveira

    Em um post no Facebook, Ed Blair, jornalista e colega de Agnaldo, destacou a carreira exemplar dele. “Amigos forjados nos desafios jornalísticos diários, nas alegrias e tristezas de termos nossas matérias divulgadas e talentos reconhecidos”, escreveu.

    Já no Instagram, a jornalista Nilza Vieira também postou homenagem ao colega. “Meu Deus, que tristeza, que Deus possa confortar o coração da família. Descansa em paz, Agnaldo”, lamentou ela.

    Confira a nota do MPAM, na íntegra, lamentando a morte do jornalista

    A Procuradoria-Geral de Justiça informou, com pesar, o falecimento do jornalista Agnaldo de Oliveira Gomes Júnior, servidor lotado na Assessoria de Comunicação do MPAM, ocorrida na manhã desta segunda-feira (4/01). O Ministério Público do Amazonas, na figura dos seus membros e servidores, presta condolências à família enlutada.

    Leia mais

    Personalidades amazonenses lamentam perda inestimável de Emerson Maia

    Câmara Municipal lamenta morte de jornalista em Manaus

    Morre aos 88 anos, de Covid-19, o jornalista Orlando Duarte, em SP


    Comentários