Fonte: OpenWeather

    Toque de recolher


    Novo decreto altera horários das feiras e feriado de carnaval no AM

    Permanece o toque de recolher por 24 horas, horário de funcionamento das feiras será ampliado e pontos facultativos cancelados. Mudanças são validas a partir do dia 1º de fevereiro e, inicialmente, terão o prazo de sete dias

     

    Alguns setores da economia serão liberados para voltar às atividades
    Alguns setores da economia serão liberados para voltar às atividades | Foto: Divulgação

    Manaus - O governador Wilson Lima anunciou, na tarde desta sexta-feira (29), a prorrogação do decreto que restringe a circulação de pessoas nas ruas de todo o Amazonas, durante 24 horas. No entanto, alguns setores da economia serão liberados para voltar às atividades e outros terão o horário de funcionamento modificado a partir da próxima segunda-feira (1º/2).

    Feiras 

    Wilson Lima afirmou que as feiras terão o horário de funcionamento ampliado, e poderão ficar em abertas das 4h às 15h. Além disso, as fábricas de itens para a embalagem de alimentos, bebidas, limpeza, higiene pessoal e remédios, poderão voltar à atividade.

    Serviços 

    O delivery de materiais elétricos, hidráulicos e pneumáticos, e de peças de veículos pesados, como ônibus, caminhão e ambulância, também estarão liberados.

    Ponto facultativo do carnaval 

    Lima afirmou, ainda, que suspendeu o ponto facultativo da segunda-feira gorda de carnaval, que será comemorado no próximo dia 15 de fevereiro. A medida busca evitar viagens e reuniões familiares com potencial para espalhar o coronavírus.

    Aulas 

    O governador também anunciou que as medias serão revisadas e as próximas decisão serão anunciadas de acordo com a situação da pandemia no Estado. Lima declarou, ainda, que autorizou o início das aulas, entretanto, somente no formato à distância, por meio dos canais de televisão da Tv Encontro das Águas.

    "Eu não estou prorrogando esse decreto porque eu quero, mas porque é necessário. Ainda estamos com longas filas de pacientes esperando de leitos clínicos e leitos de Unidade Terapia Intensiva (UTI). O Amazonas está enfrentando uma variante do coronavírus mais letal e que se transmite mais rapidamente, e espero que essa situação não ocorra em outras regiões do país", disse Wilson Lima. 

    Leia mais

    Idosos lotam postos drive-thru por vacina contra Covid-19 em Manaus

    Mais 16 pacientes em tratamento da Covid-19 no AM são transferidos

    Emoção: mais 23 pacientes recuperados da Covid-19 retornam para Manaus




    Comentários