Fonte: OpenWeather

    Monitoramento


    Cidade de Manaus vai ampliar monitoramento por câmeras

    . A cidade deverá contar até o final do ano com mais de 180 novos pontos de monitoramento, que somados aos do governo do Amazonas, terão mais de 500 câmeras espalhadas nas quatro zonas de Manaus

     

    O CCC  pretende integrar os principais órgãos do município
    O CCC pretende integrar os principais órgãos do município | Foto: Semcom

    Manaus (AM) - A Prefeitura de Manaus, com o intuito de ampliar e fortalecer o monitoramento de segurança da capital, iniciou tratativas para colocar em prática as novas ações no setor.

    O superintendente do Centro de Cooperação da Cidade (CCC), Sandro Diz, realizou na tarde desta quinta-feira (25), uma visita técnica ao Centro Integrado de Comando e Controle Estadual (CICC). O encontro marcou o início da parceria entre os governos municipal e estadual e contou com a participação da Casa Militar e do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU). 

    Durante a visita foi discutida a parceria entre os órgãos, para que a vigilância e o monitoramento da cidade fossem ampliados. A cidade deverá contar até o final do ano com mais de 180 novos pontos de monitoramento, que somados aos do governo do Amazonas, terão mais de 500 câmeras espalhadas nas quatro zonas de Manaus, antecipando crises e acelerando a resposta da prefeitura. 

    O CCC  pretende integrar os principais órgãos do município, trabalhando a cidade de forma inteligente e preparando a capital para o futuro com um moderno sistema de resposta em setores como: trânsito, transporte, defesa civil, infraestrutura e tecnologia. Para Sandro Diz, que atua há mais de 28 anos com tecnologia da informação, a Prefeitura de Manaus está construindo um legado. 

    “O nosso prefeito é jovem e enxerga longe, portanto, gosta de tecnologia e acredita que ela é o caminho. O prefeito David Almeida vê no CCC além daquilo para o qual foi criado e por isso a inovação da capital, que será trazida pela gestão, vai passar pelo CCC”, informou sandro Diz.

    *Com informações da assessoria

    Leia mais:

    www.emtempo.com.br/ultimas


    Comentários