Fonte: OpenWeather

    UTIs


    HPS 28 de Agosto está em fase de habilitação de novos leitos de UTI

    0s leitos que passarão a funcionar no segundo andar são os que foram criados no pico da pandemia, que hoje funcionam no quinto andar do hospital

     

    Os estudos de estruturação do segundo andar da unidade para o recebimento dos leitos de UTI já foram iniciados
    Os estudos de estruturação do segundo andar da unidade para o recebimento dos leitos de UTI já foram iniciados | Foto: (Divulgação)

    Amazonas - A Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) está em fase de habilitação de 24 novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTIs), no Hospital e Pronto-Socorro (HPS) 28 de Agosto. Os leitos irão funcionar no segundo andar da unidade e se somarão aos outros 24 já existentes. A habilitação dos novos leitos faz parte do Programa Saúde Amazonas, que visa o reordenamento da assistência, a reestruturação e a modernização da gestão da saúde no Estado até 2022. 

    Conforme a coordenadora do Programa Saúde Amazonas, Raquel Tapajós, os estudos de estruturação do segundo andar da unidade para o recebimento dos leitos de UTI já foram iniciados e preveem a remoção do laboratório, que hoje funciona no segundo andar, para outro espaço dentro do HPS.  

    “A engenharia da SES já fez o desenho do espaço e estamos tratando, dentro do Saúde Amazonas, um projeto específico para a retirada do laboratório e outro para a abertura de leitos. Seguindo a orientação do secretário, Marcellus Campêlo, estamos priorizando no Saúde Amazonas os projetos que causem impacto direto à população, como é o de abertura de leitos”, afirmou. 

    De acordo com a diretora do HPS 28 de Agosto, Júlia Marques, os leitos que passarão a funcionar no segundo andar são os que foram criados no pico da pandemia, que hoje funcionam no quinto andar do hospital.   

    “Esses leitos de UTI hoje funcionam em enfermaria e iremos organizá-los conforme preconiza a Resolução da Diretoria Colegiada (RDC), do Ministério da Saúde, que dispõe sobre os requisitos mínimos para o funcionamento de UTIs. Com esses leitos habilitados poderemos abrir novos leitos no quinto andar e assim aumentar o número de vagas na unidade”, esclareceu.   

    Saúde Amazonas 

    O programa foi lançado em setembro de 2020, com a missão de modernizar a rede estadual de saúde, tendo como metas a ampliação de leitos; o fortalecimento da transparência e controle; a valorização dos servidores e melhorar a qualidade dos serviços prestados à população. 

    O Programa Saúde Amazonas mobiliza toda a rede de saúde do Estado e envolve, diretamente, mais de 500 servidores atuando no Rokuv, sistema escolhido pela SES para a gestão dos projetos, executando e gerenciando suas várias etapas.  

    Hoje existem 220 projetos deles cadastrados no sistema, compreendendo todas as áreas e unidades específicas, além de projetos específicos para o interior do estado.

    *Com informações da assessoria

    Leia Mais

    Senado convocará Ministro da Saúde para tratar do combate à Covid-19

    Médica relata desafios e aprendizados de um ano de pandemia no AM

    Anvisa vai monitorar produção e distribuição de oxigênio medicinal 

    Comentários