Fonte: OpenWeather

    Operação Enchente 2021


    Barco leva missão humanitária para cidades atingidas pela cheia no AM

    A embarcação partiu da cidade de Iranduba rumo aos municípios de Lábrea, Canutama e Tapauá.

    A embarcação partiu da cidade de Iranduba rumo aos municípios de Lábrea, Canutama e Tapauá. | Foto: Divulgação/Secom

     

    A embarcação partiu da cidade de Iranduba rumo aos municípios de Lábrea, Canutama e Tapauá.
    A embarcação partiu da cidade de Iranduba rumo aos municípios de Lábrea, Canutama e Tapauá. | Foto: Divulgação/Secom

    MANAUS - Começou nesta segunda-feira (5), a missão da Unidade Básica Fluvial de Fiscalização e Pesquisa (UBFFP II), do Instituto de Pesos e Medidas do Amazonas (Ipem-AM), que vai levar serviços de saúde e cidadania para municípios atingidos pela cheia dos rios no Estado. O governador do Amazonas, Wilson Lima participou da abertura da missão.

    A embarcação partiu da cidade de Iranduba rumo aos municípios de Lábrea, Canutama e Tapauá. 

    A oferta dos serviços para esses municípios faz parte da Operação Enchente 2021, realizada pelo Governo do Amazonas e que está levando ajuda humanitária e um conjunto de outras ações para diminuir os impactos do fenômeno natural da subida das águas. “O rio tem subido muito. As calhas mais prejudicadas nesse momento são as do Juruá e do Purus, e essa embarcação está indo para o Purus. Esse é o braço do Governo do Estado estendido para esses municípios, para esses nossos irmãos que estão sendo atingidos agora com a subida dos rios”, destacou o governador.

    Serviços

    Nos municípios, o Ipem-AM vai realizar a verificação nos postos de combustíveis flutuantes e comércios em geral, além de orientar os consumidores e os empresários. “No primeiro momento, nós estamos realizando orientação tanto para o consumidor quanto para o empresário e, no decorrer do tempo, realizaremos verificação nos supermercados, produtos pré-medidos, questão da qualidade e tudo que estiver ao nosso alcance”, disse o metrologista do Ipem, Davi Alberto.

    O Instituto Estadual de Defesa do Consumidor (Procon-AM) realizará orientação no comércio em geral. “O Ipem e o Procon não estão indo com o objetivo de punir ou de multar, mas para orientar esses comerciantes, para garantir uma prestação desse serviço de qualidade”, disse o governador Wilson Lima.

    A Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) estima realizar 3 mil atendimentos com a emissão de carteira de identidade e certidão de nascimento.

    A Defesa Civil do Amazonas fará vistoria aos afetados da enchente, e realizará orientação às Defesas Civis Municipais sobre a decretação de estado de emergência. A Secretaria de Estado da Assistência Social (Seas) vai orientar a população sobre o Cadastro Único, Bolsa Família e em relação ao acesso aos demais benefícios federais.

    *Com informações da assessoria

    Leia mais:

    Manaus é destaque em empreendedorismo e inovação tecnológica

    Amazonas inicia reabertura de atividades; confira regras

    Concurso ESA recebe inscrições até o dia 4 de maio; são 1.100 vagas

    Comentários