Fonte: OpenWeather

    Mobilidade urbana


    Mortes por acidentes de trânsito aumentam em Manaus

    Somente na capital do Amazonas, de janeiro deste ano até metade a última terça (20), o número de mortes já chega a 50

    A capital já registra 22 mortes de motociclistas e 16 de pedestres | Foto: Reprodução

    MANAUS - De janeiro de 2021 até a última terça-feira (20), Manaus registrou 478 casos de acidentes de trânsito. Desse total, 50 resultaram em vítimas fatais. Os dados representam um aumento de 4,1%, se comparado ao mesmo período de 2020, com um total 48 mortes em acidentes de trânsito. As informações são do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), responsável pela gestão de trânsito no âmbito municipal. 

    Os dados adquiridos com exclusividade pelo EM TEMPO, mostram que os motociclistas e os pedestres são as maiores vítimas deste tipo de acidente. A capital já registra 22 mortes de motociclistas e 16 de pedestres.

    O número de motociclistas mortos no trânsito de Manaus teve um aumento de 37,50%, totalizando 16 mortes em 2020. Já o de pedestre teve uma queda no número de óbitos.

    O número de mortes de pedestres contabilizou 16 vítimas. No mesmo período de 2020, o número de vítimas registradas pelo IMMU foi de 19 pessoas.

    Para o vice-presidente de trânsito de Manaus, Édson Lêda, o aumento do número de motociclistas mortos no início de 2021 se deve ao aumento no serviço de delivery na cidade e ao fato dos carros circularem menos.

      "Isso fez com que as vias ganhassem uma maior circulação e alguns motociclistas, com isso, aumentam a velocidade do seu veículo. Além disso, verificamos que muitos acidentes ocorrem por desatenção, tanto do motociclista, quanto dos motoristas de automóveis. Alguns utilizam o celular enquanto dirigem”, explicou.  

    Ainda segundo o vice-presidente da pasta, a queda no número de mortes de pedestres se deu por conta da pandemia e pelas melhorias na sinalização da cidade. “Desde o início do ano estamos trabalhando arduamente para melhorar a sinalização do trânsito na cidade e isso é um fator importante para entender essa queda. O isolamento social que foi mais rígido no início deste ano também fez com que as pessoas saíssem mais de casa e com isso, menos acidentes com pedestres acontecem”.

    Acidentes de trânsito impactam na rede pública de saúde

    O último dado levantado pela Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) mostra que, de janeiro de 2020 até o mês de setembro do mesmo ano, os três maiores prontos-socorros de Manaus (João Lúcio, 28 de Agosto e Platão Araújo) atenderam 8.844 vítimas de acidentes de trânsito, gerando para o Estado um custo de R$ 2,03 milhões com internações, cirurgias e outros procedimentos, somente em oito meses.

    Na última live feita pelo governo do Amazonas, o secretário de Saúde do Estado, Marcellus Campêlo, destacou a dificuldade no tratamento de pacientes por covid-19 por conta de acidentes de trânsito. Conforme o secretário, o Amazonas chegou a ter 426 leitos de UTI somente para covid e hoje tem 299 leitos disponíveis.

      "O que tem pressionado muito a rede são as causas externas onde nós temos os grandes prontos-socorros da cidade de Manaus, muito pressionados principalmente por acidentes de trânsito e traumas de ortopedia. Vamos ter que fazer um trabalho novamente de giro de leitos para atender as cirurgias de segundo tempo da ortopedia e assim liberar leitos para os hospitais”, explicou.  

    De acordo com dados do Ministério da Saúde, a cada dez atendimentos por acidente de trânsito realizados em hospitais do Sistema Único de Saúde (SUS), oito são envolvendo motociclistas. Dados também mostram que os homens representaram 67,1% dos atendimentos nas unidades de saúde do país e as mulheres 50,1%. Os jovens estão no grupo mais acometido por esses acidentes.

    Leia Mais

    Jovens ‘debocham’ de fiscalização e marcam festas clandestinas no AM

    MP determina ações preventivas para evitar aglomerações no AM

    Rede de saúde registra aumento nos atendimentos de causas não Covid


    Comentários