Fonte: OpenWeather

    Rodoviários


    Paralisação no transporte coletivo em Manaus é cancelada

    Prefeitura e rodoviários deverão retomar negociações após melhoria no cenário econômico local, afetado pela pandemia

     

    As reivindicações da classe serão discutidas em outra oportunidade, quando o quadro pandêmico estiver em melhor situação
    As reivindicações da classe serão discutidas em outra oportunidade, quando o quadro pandêmico estiver em melhor situação | Foto: Ruan Souza / Semcom

    Manaus - A paralisação no transporte coletivo em Manaus, anunciada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Coletivo Urbano Rodoviário de Manaus e Região Metropolitana (STTRM) para a próxima quinta-feira (27), foi cancelada após reunião da categoria com o prefeito de Manaus, David Almeida, na tarde de hoje (25), no Casarão da Inovação Cassina, Centro. O sindicato reivindica o reajuste no salário dos profissionais do setor e aumento no vale-refeição.

    "

    Tivemos uma reunião muito boa com os representantes dos rodoviários, onde expusemos o cenário econômico pelo qual Manaus está passando. Estamos enfrentando uma pandemia, que trouxe muito sofrimento para a nossa população, além de, muito provavelmente, a maior cheia já registrada na história da nossa cidade. Assim, por meio do diálogo, garantimos que não irá ocorrer paralisação no transporte público. "

    ,

     



    Durante o encontro, que contou com a participação do vice-prefeito e secretário municipal de Infraestrutura, Marcos Rotta, e do diretor-presidente do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), Paulo Henrique Martins, o chefe do Executivo municipal explicou que os representantes do Sindicato dos Rodoviários firmaram o compromisso de manter o funcionamento das linhas, garantindo, assim, o serviço à população.

    “Não podemos deixar que a população seja prejudicada pelos impactos econômicos da pandemia. Como administrador da cidade, tenho a obrigação de buscar soluções para que os serviços sejam mantidos, beneficiando assim o nosso povo. A população pode ter certeza que a Prefeitura de Manaus trabalhará para construir uma cidade mais organizada, mais bonita e melhor para se viver”, disse o prefeito.

    O vice-prefeito Marcos Rotta fez questão de frisar a rapidez com que o acordo entre prefeitura e os representantes do sindicato foi firmado, mostrando que o prefeito David Almeida está atento às demandas da cidade.


    "

    Mais uma vez o prefeito David Almeida mostrou sua habilidade e sensibilidade com os problemas da população e se antecipou. Para evitar essa paralisação que prejudicaria milhares de manauenses, buscamos o entendimento com os representantes dos rodoviários e conseguimos evitar a greve, que tanto traria prejuízo para Manaus "

    ,

     



    Presidente do STTRM, Givancir Oliveira salientou que a preocupação apresentada pelo prefeito David Almeida em resolver a demanda e assegurar os direitos dos usuários do sistema de transporte coletivo, superou a expectativa. Por isso, em comum acordo, as reivindicações da classe serão discutidas em outra oportunidade, quando o quadro pandêmico estiver em melhor situação.

    “O prefeito David Almeida foi bastante sensível quando expusemos as nossas reivindicações. Ele também salientou o cenário econômico que Manaus enfrenta. Então, deixamos a questão salarial para um outro momento. Quando a economia aquecer, voltaremos a conversar com a prefeitura, para ver se conseguimos algo mais. Mas, neste momento, está descartada qualquer paralisação no transporte público de Manaus”, concluiu.


    *Com informações da assessoria


    Leia Mais

    "A paciência acabou", diz Givancir sobre greve de ônibus em Manaus

    Rodoviários de Manaus fazem manifestação por vacina da Covid-19

    Rodoviários paralisam frota e cobram prioridade na vacinação em Manaus

    Comentários