Fonte: OpenWeather

    Tragédia


    Bebê de 10 meses morre afogado após cair de palafita em Cacau Pirêra

    O bebê caiu no rio enquanto engatinhava. O local está alagado pela cheia do rio Negro

     

    Cacau Pirêra está com 90% das ruas alagadas
    Cacau Pirêra está com 90% das ruas alagadas | Foto: Brayan Riker

    IRANDUBA (AM) - A cheia no Amazonas traz complicações para os moradores dos municípios e comunidades do interior do Estado. Devido a enchente, os habitantes precisam lidar com a grande quantidade de água invadindo casas e inundando todo o espaço ao redor. Ambientes com muita água exigem cuidados, principalmente quando há crianças no local. Um momento de desatenção pode levar a algum acidente ou até a uma tragédia.

    Um bebê de apenas 10 meses, identificado até o momento como Aluísio Brayan, morreu afogado, na manhã de segunda-feira (7), após cair de uma palafita no rio Negro, no bairro Cidade Nova, no Distrito do Cacau Pirêra, no município de Iranduba.

      Segundo um policial do 31º Distrito Integrado de Polícia (DIP) de Iranduba, Brayan ainda foi levado pelo pai à UBS Vitória Paz, localizada no Cacau Pirêra, mas ao chegar na unidade, a criança não apresentava mais sinais de vida.  


    O policial informou também que a área está cercada de água. “O bairro Cidade Nova é o primeiro a alagar nas cheias”, conta. Cacau Pirêra está com 90% das ruas invadidas pela cheia, que já é considerada histórica.

    Outros casos

    Este já não é o primeiro afogamento que acontece no Amazonas. Em Coari, a 363 quilômetros de Manaus, a adolescente Cleide Karine da Silva Carvalho, de 13 anos, morreu afogada no quintal da própria casa. 

    No dia 30 de abril um bebê de 1 ano e dois meses, identificado apenas como "Eduardo", desapareceu após cair de um flutuante no bairro Educandos, Zona Sul de Manaus. Sete horas depois o corpo de bombeiros encontrou o corpo já sem vida

    Leia mais

    Jovem morre afogado após nadar com amigos perto da ponte do Rio Negro

    Corpo de bebê que havia desaparecido no Rio Negro é encontrado

    Corpo de adolescente de 14 anos é encontrado na Orla do Educandos

    Comentários