Fonte: OpenWeather

    acidente aéreo


    Quinta vítima de acidente aéreo continua internada em estado grave

    Fábio Matias da Cunha, de 47 anos, está na UTI do Hospital João Lúcio, na Zona Leste de Manaus

    Monomotor que levava cinco pessoas caiu próximo ao Aeroclube de Manaus. | Foto: Marcelo Cadilhe/Em Tempo

    Manaus - Continua em estado grave a quinta vítima do acidente aéreo ocorrido na última quinta-feira (22) em Manaus. Fábio Matias da Cunha, de 47 anos, está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital e Pronto Socorro João Lúcio Pereira Machado, e passou por cirurgia para conter uma hemorragia no abdômen e outra na cabeça, também na tarde de quinta-feira.

    Leia mais: IML libera corpos das vítimas do acidente aéreo em Manaus

    A direção do Hospital João Lúcio informou, nesta sexta-feira (23), que o estado de saúde de Fábio era considerado grave e instável. A vítima do acidente está com a pressão arterial persistentemente anormal e instável.

    O homem é considerado o último sobrevivente da queda do avião que vitimou outras quatro pessoas: o piloto Robson Castilho, de 50 anos; o copiloto José Hernandes Rogério, 38, e os empresários Osni dos Santos, 52; e Waldir Ademir Sestrem, 57 anos.

    Entenda o caso

    O avião fabricado pela Embraer de modelo Minuano 720D e prefixo PT-VKR, caiu em uma clareira nas proximidades do Aeroclube de Manaus, no bairro Flores, Zona Centro-Sul da capital, e era de propriedade da empresa Fretav Turismo e Comércio.

    A aeronave de pequeno porte levava os passageiros para o município de Borba, distante 151 quilômetros de Manaus, onde os empresários se reuniriam com o vice-prefeito da cidade com o objetivo de investir no turismo local.

    Antes do acidente, Robson Castilho publicou uma foto no Facebook com a legenda “lá vamos nós”. Na publicação, o piloto disse que passaria por cima de Nova Olinda do Norte, no interior do Amazonas, onde residia e será sepultado. Amigos do empresário Osni dos Santos, que era proprietário da empresa Paxá Confecções, lamentaram a morte dele, que era bastante conhecido e querido na cidade de Gaspar (SC), de onde era natural.

    O corpo de José Hernandes Rogério está sendo velado na igreja Tabernáculo da Fé, no bairro da Chapada, Zona Centro-Sul de Manaus, e será sepultado na capital. Osni e Waldir serão enterrados nas suas cidades natais: Gaspar (SC) e Campina da Lagoa (PR).

    Leia também

    Família de piloto morto em acidente aéreo vai ao IML liberar corpo

    Corpo de copiloto morto em queda de avião é liberado para sepultamento

    Quarta vítima da acidente aéreo morre em hospital de Manaus

    Comentários