Fonte: OpenWeather

    Exposição


    Volvo Cars não expõe veículos em Los Angeles e opta por mostrar futuro

    Fabricante sueca de veículos premium acompanha as mudanças da indústria automotiva e opta por apresentar seus serviços de conectividade ao público e sem carro exposto

    A empresa demonstrará sua visão, redefinindo o que um carro pode ser
    A empresa demonstrará sua visão, redefinindo o que um carro pode ser | Foto: Divulgação

    A Volvo Cars se apresentará no Salão de Los Angeles (EUA) em 2018 – abrigado no Centro de Convenções de Los Angeles de 30 de novembro a 9 de dezembro – com uma inovação mundial: nem um único carro em exposição no seu estande. Ao invés disso, a empresa demonstrará sua visão, redefinindo o que um carro pode ser.

    Desde que os salões do automóvel foram criados, o carro sempre foi a peça central, em palcos giratórios ou sob uma cortina de seda. No entanto, os veículos estão mudando, a indústria está mudando e a expectativa das pessoas que usam carros também está mudando. A participação da Volvo no Salão de Los Angeles reflete essa transformação.

    A forma como os consumidores experimentam uma marca de carro é hoje mais importante do que o cromo, o couro ou os cavalos de potência do motor. Assim, no estande da Volvo, os visitantes olharão para o espaço central onde esperariam encontrar um novo veículo e verão uma declaração simples, mas surpreendente: "Este não é um carro".

    A Volvo Cars fará uma série de demonstrações interativas de serviços de conectividade
    A Volvo Cars fará uma série de demonstrações interativas de serviços de conectividade | Foto: Divulgação

    "Ao nos convidarem para o Salão de Los Angeles, os organizadores reconheceram o cenário disruptivo que afeta nossa indústria", disse Mårten Levenstam, responsável pela estratégia de produtos da Volvo Cars.

    "Queremos demonstrar que recebemos o memorando e começamos uma conversa sobre o futuro da mobilidade veicular. Então, em vez de trazer um carro-conceito, falamos sobre o conceito de um carro. Nós não vamos ganhar o prêmio Carro do Salão este ano, mas estamos confortáveis com isso, porque essa não será uma exposição de veículos para a marca".

    A Volvo Cars fará uma série de demonstrações interativas de serviços de conectividade, como in-car delivery, car sharing, sua visão de direção autônoma no conceito Volvo 360c e o serviço de assinatura de carros, o Care by Volvo.

    "Nossa indústria está mudando. Em vez de apenas fabricar e vender carros, nós realmente forneceremos aos nossos clientes a liberdade de agir de maneira pessoal, sustentável e segura", afirmou Håkan Samuelsson, CEO da Volvo Cars. "Oferecemos aos nossos consumidores acesso a um carro, incluindo novos serviços atraentes quando e onde quiserem".

    Com o novo propósito da empresa, Freedom to Move, de maneira pessoal, sustentável e segura, a Volvo define sua direção para o futuro
    Com o novo propósito da empresa, Freedom to Move, de maneira pessoal, sustentável e segura, a Volvo define sua direção para o futuro | Foto: Divulgação

    A Volvo Cars acredita no poder de parcerias estratégicas. Com empresas de tecnologia do porte de Amazon, Google e Nvidia, bem como startups de tecnologia, como Luminar e Zenuity, a marca sueca demonstra uma interação inovadora com novos tipos de parceiros.

    Com o novo propósito da empresa, Freedom to Move, de maneira pessoal, sustentável e segura, a Volvo define sua direção para o futuro. Em meados da próxima década, metade do volume anual de carros será totalmente elétrica, um terço será autônomo e a marca estabelecerá mais de 5 milhões de relacionamentos diretos com o consumidor.

    Sobre a Volvo Cars no Brasil

    A fabricante sueca de carros premium é uma das marcas mais conhecidas e respeitadas no mundo. Com produção global – Europa, Ásia e América do Norte – de veículos reconhecidos pelo luxo, inovação, tecnologia e segurança, vive forte momento de crescimento no mundo, assim como no Brasil.

    Entre janeiro e outubro de 2018, comercializou 5.436 automóveis, um crescimento de 90,8% em relação ao mesmo período de 2017. Com uma linha completa de utilitários esportivos, é líder da categoria com o XC90 (alta de 74,3%, de 421 para 734 unidades), consolidou o XC60 como referência entre os veículos médios (cresceu 20%, com 2.302 unidades) e tem no XC40 um sucesso instantâneo com 1.863 unidades comercializadas desde abril.

    A marca deve fechar 2018 com cerca de 6.500 carros vendidos, quase dobrando seu volume em relação ao ano anterior.

    *Com informações da assessoria

    Leia mais:

    "Ranger Day 2018" apresenta novidades da nova picape Ranger em Manaus

    Modelos SUVs se ‘popularizam’ e lideram vendas de carros em Manaus

    Aprenda como evitar o desgaste rápido dos pneus do carro

    Comentários