Fonte: OpenWeather

    Educação


    Veja como entrar na faculdade com o ProUni usando a nota do Enem

    Inscrições para Prouni começam nesta terça-feira (11). Programa oferta bolsas parciais e integrais em faculdades particulares para alunos de baixa renda. Sabia que pode entrar usando a nota do Enem?

    Candidatos tem até o dia 14 de junho para concorrer  para uma das bolsas das instituições privadas de ensino
    Candidatos tem até o dia 14 de junho para concorrer para uma das bolsas das instituições privadas de ensino | Foto: Lucyleny Rocha

    Manaus – Fez o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e não sabe o que fazer com a nota? Conheça o Programa Universidade para Todos (ProUni), que oferta bolsas integrais e parciais para estudantes de baixa renda que desejam ingressar nas instituições privadas de ensino. As inscrições são gratuitas e tem início  nesta terça-feira, dia 11 de junho no site do ProUni. Fique atento sobre quem pode se inscrever e como funcionam as notas de corte!

    Criado em 2004 pelo Governo Federal, o ProUni é uma das maneiras de facilitar o acesso de estudantes de baixa renda às faculdades particulares . O programa oferece, duas vezes por ano, bolsas integrais, onde o aluno não paga nada, e parciais, onde o aluno paga parte do curso. Mas para se candidatar a uma vaga, o estudante precisa, obrigatoriamente, ter feito o Enem no ano anterior e se enquadrar nos requisitos do programa.

    O Em Tempo conversou com a Gestora Educacional do Portal Rotina de Estudos, Ludmylla Rondon, sobre as estratégias que candidato deve ter para garantir uma vaga. Segundo a especialista, o estudante deve ficar atento as notas de corte de cada instituição.

    "Assim como o SISU, a estratégia do candidato é acompanhar o sistema e as viradas de notas no sistema PoUni. No sistema PoUni quando aparecer as instituições que disponibilizam vagas, logo acima estão os termos de adesão que falam sobre as regras para cálculos de notas da referida instituição. Aconselho o candidato a baixar o aplicativo do ProUni para que possa acompanhar com maior facilidade", afirma a especialista.

    Já o estudante de Direito Luís Estevão, que conseguiu uma vaga no ProUni, aconselha aos candidatos a manterem a calma caso não consigam a bolsa na primeira chamada. "Eu queria entrar em uma faculdade e a estratégia que eu utilizei para conseguir a vaga foi a de acompanhar as notas de corte de todas as instituições devido as atualizações durante as inscrições. O aluno que não conseguir a bolsa de primeira pode esperar as segundas chamadas”.

    Na hora de se inscrever no programa, muitos estudantes ficam em dúvida sobre quais as melhores estratégias para garantir uma vaga. Confira abaixo algumas respostas!

    Quem pode se inscrever no ProUni?

    Os candidatos ao ProUni devem cumprir alguns requisitos, como ter feito o Enem no ano anterior, ou seja, a edição de 2018 e ter obtido, no mínimo, 450 pontos nas provas objetivas, além de não ter zerado a prova de redação.

    Os estudantes devem ainda atender outros critérios como não possuir diploma de curso superior; ter feito o ensino médio completo em escola pública ou parte dele em escola particular, desde que como bolsista integral; ter algum tipo de deficiência física. Professores  da rede pública de ensino também podem concorrer a bolsas e não precisam atender aos critérios de renda.

    Candidatos com baixa renda

    O ProUni oferece dois tipos de bolsas: integrais (100%) e parciais (50%). Para se candidatar às bolsas integrais o estudante deve possuir renda familiar de até um salário mínimo e meio (R$R$ 1.497), já para concorrer às bolsas parciais, o candidato deve possuir renda familiar per capita de até três salários mínimos (R$ 2.994). 

    As bolsas do ProUni valem para toda a duração do curso, mas para continuar recebendo o benefício o estudante precisa ser aprovado, no mínimo, em 75% das disciplinas cursadas em cada período letivo.

    Caso o estudante não consiga pagar pela bolsa parcial na instituição, ele pode usar o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) para financiar parte da mensalidade não coberta pela bolsa do programa. O estudante pode ainda pleitear a Bolsa Permanência, para ajudar nos custos dos estudos na Universidade. .

    Cronograma do ProUni

    As inscrições são realizadas no primeiro e segundo semestre de cada ano, exclusivamente no site do ProUni. No primeiro semestre de 2019, os candidatos já realizaram suas inscrições, já para o segundo semestre, as inscrições terão início no dia 11 de junho. Confira abaixo o calendário. 

    Inscrições ProUni 2019/2: 11 a 14 de junho 

    Resultado da 1ª chamada: 18 de junho.

    Comprovação de informações para aprovados na 1ª chamada: 18 a 28 de junho.

    Aqueles que não conseguirem uma vaga na primeira chamada do ProUni poderão, no dia dois de julho, ter acesso a segunda chamada do processo.

    Resultado da 2ª chamada: 2 de julho.

    Comprovação de informações para aprovados na 2ª chamada: 2 a 11 de julho.

    Os candidatos que não conseguirem colocação na primeira e nem na segunda chamada do programa, poderão participar da lista de espera das instituições de ensino cadastradas.

    Lista de espera: 18 de julho.

    Como se inscrever no ProUni?

    Inscrições para o ProUni devem ser feitas exclusivamente pela Internet.
    Inscrições para o ProUni devem ser feitas exclusivamente pela Internet. | Foto: Reprodução

    Para realizar a inscrição no ProUni você deve seguir o passo a passo abaixo:

    Passo 1: Acesse o site oficial do ProUni através do link: prounialuno.mec.gov.br.

    Passo 2: Em seguida, preencha as informações solicitadas, como “Número de inscrição do Enem 2018” e a “Senha do Enem 2018”. Se você não se lembrar da senha, basta clicar em “Esqueceu seu número de inscrição ou senha no Enem 2018” e seguir as instruções que o sistema vai dá para criar uma nova senha.

    Passo 3: Informe as letras e números do desafio que aparecem na imagem em preto e branco.

    Passo 4: Clique em “Entrar no ProUni”.

    Passo 5: Após entrar no sistema, é hora que buscar as vagas disponíveis. Você vai notar que algumas informações foram preenchidas automaticamente. Confira se elas estão corretas.

    Passo 6: Preencha o questionário socioeconômico e depois faça a escolha do curso e da instituição de ensino.

    O estudante pode escolher até duas opções de instituições, cursos e turno que tem interesse em estudar. O candidato pode alterar suas opções de curso e instituição quantas vezes quiser durante o período de inscrição.

    Entenda as notas de corte

    Após ter realizado a inscrição no ProUni, o candidato deve ficar atento a nota de corte do ProUni - menor pontuação que o aluno deve ter conseguido no Enem para concorrer a uma bolsa. A partir do segundo dia de inscrição o candidato já tem acesso às notas de corte.

    O aluno pode realizar a simulação de sua nota através do site https://querobolsa.com.br/programas-do-governo.

    Por ser um processo nacional, muitos acreditam que ao se candidatar em uma vaga você estará concorrendo com todo o país. Na verdade, a concorrência do ProUni só acontece entre os candidatos que escolheram as mesmas opções de: curso, turno, faculdade, unidade (campus) e modalidade de concorrência (cotas ou ampla concorrência). Por conta de todas essas variáveis, a nota de corte de um mesmo curso (Engenharia, por exemplo) pode ser diferente até dentro da mesma faculdade.

    Notas variam diariamente

    Existem dois tipos de notas de corte: a parcial e a final. A nota parcial é aquela que varia diariamente durante o período de inscrição do ProUni. A nota parcial varia de acordo com os candidatos do mesmo curso, turno, faculdade, turno e modalidade de concorrência, até aquele momento. Ou seja, na hora de escolher qual curso e faculdade cursar, você pode observar se sua nota é o suficiente para conseguir uma vaga até aquele momento. Caso contrário, você pode mudar suas opções quantas vezes quiser até o final das inscrições.

    Já a nota final, é o cálculo feito após o encerramento das inscrições. É a nota que garantirá a vaga dentro da instituição de ensino. Será considerada sempre a última escolha que você salvou no sistema. A maior dica para quem for concorrer a uma bolsa, é a simulação e monitoramento diário da nota dentro do sistema do ProUni.

    Leia Mais

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    ProUni abre inscrições no dia 11 de junho para bolsas no 2º semestre

    Enem 2019 tem mais de 150 mil inscritos no Amazonas




    Comentários