Fonte: OpenWeather

    Educação


    Como é ser universitário? Desafios do estudante durante a graduação

    Adaptação à rotina acadêmica e questões financeiras são algumas das dificuldades que estudantes do ensino superior enfrentam ao longo de anos de estudo

    Estudantes universitários contam os desafios da graduação | Foto: Divulgação

    Manaus – Passar no vestibular e ingressar em uma universidade não é uma tarefa fácil. A empolgação da aprovação é logo substituída pela apreensão dos inúmeros desafios que o estudante enfrentará ao longo de sua graduação. A pressão por um bom desempenho acadêmico, questões financeiras e até altas expectativas são algumas das dificuldades que o aluno encara durante anos de estudo.

    Segundo um levantamento feito pelo Center for Collegiatte Mental Health (CCMH), pelo menos 20% dos estudantes universitários sofrem de algum tipo de dificuldade mental ou emocional como depressão, estresse e ansiedade. As pressões no meio acadêmico e a falta da qualidade do sono são alguns dos motivos apontados pelo levantamento como causa das doenças.

    A expectativa alta em relação ao curso faz com que muitos universitários se questionem sobre sua capacidade e enfrentem um grande desafio: a insegurança de ser um bom estudante e, consequentemente, um bom profissional.

    “Eu tranquei a faculdade em uma época porque a fase de adaptação não foi fácil e a pressão para tirar boas notas era enorme. Então eu não conseguia atingir as minhas metas e ficava frustrada. Acredito que isso influenciou em parte do meu diagnóstico de depressão. Às vezes a gente não se sente capaz de virar engenheira, mas as dificuldades da faculdade são superadas e aprendemos a lidar e gostar do curso”, afirma a estudante de engenharia que não quis se identificar.

    Base deficiente

    A gestora educacional Ludmylla Rondon, atribui a base educacional do ensino médio deficiente como um dos fatores que deixam os estudantes universitários despreparados para lidar com as responsabilidades da vida acadêmica. 

    “O assistencialismo que o estudante tem no ensino médio acaba o prejudicando, porque quando ele chega na universidade não encontra o mesmo tipo de apoio. Acaba que o desafio que eles encontram é na postura mais autônoma. Ele entra na universidade e encontra muita permissividade e precisa lidar com a administração de tempo para gerir as atividades e passar nas matérias”, afirma a especialista.

    Trabalho e estudo

    Para alguns estudantes, o maior desafio da universidade é a adaptação a uma série de rotinas e atividades para atender às demandas do curso superior, para outros, é saber conciliar estudos com emprego. Esse é o caso do estudante de engenharia civil Luiz da Silva Teixeira, de 20 anos, que todos os dias sai do trabalho e vai à faculdade esperando que o ensino superior proporcione melhorias para sua vida. 

    “Para o universitário que trabalha e estuda não sobra tempo para nada. O maior desafio que eu enfrento hoje é o custeio da faculdade. Para mim, é tudo ou nada. Eu procuro tirar todo dia pelo menos três do meu dia para estudar depois do trabalho e da faculdade. Nem sempre é possível cumprir essa meta devido ao cansaço, mas eu sou acostumado desde cedo a ‘pegar pesado’”, afirma o estudante que considera conciliar o trabalho com a vida acadêmica o seu maior desafio hoje.  

    Desafios pessoais

    Já para o estudante de Direito, Pedro Mendes, de 21 anos, lidar com dificuldades pessoais, como o medo de falar em público e com crises de ansiedade foram os principais obstáculos na vida acadêmica.

    Pedro teve que lidar com medos pessoas na faculdade
    Pedro teve que lidar com medos pessoas na faculdade | Foto: Arquivo Pessoal

    “Os meus maiores desafios no curso de Direito foram pessoais, como apresentação em público, escrita impecável para uma pesquisa e o combate à ansiedade que acabei desenvolvendo ao longo do curso. É um desafio muito grande ter que lidar com alguns medos pessoais em prol da própria carreira que você deseja construir e a gente acaba entrando em um mercado muito competitivo em que o currículo pode definir futuras oportunidades de emprego”, comenta o universitário.

    Dicas de como se organizar

    O estudante de Direito, que já participou de diversas competições nacionais e internacionais, dá dicas de como os alunos universitários podem organizar sua rotina de estudos e, assim, conseguir driblar um dos maiores obstáculos da vida acadêmica, a administração do tempo.

    A organização na rotina de estudos já rendeu ao estudante Pedro Mendes
    A organização na rotina de estudos já rendeu ao estudante Pedro Mendes | Foto: Arquivo Pessoal

    “Quando me prepararei para o exame da ordem, por exemplo, busquei por um curso online e estudei sozinho para minha aprovação. Com relação a faculdade, gosto de seguir contas no Instagram com dicas de estudo, faço um cronograma para alcançar minhas metas e ainda procuro ler livros e responder questões para me ajudar na preparação de determinada prova. Acredito que a escolha por uma área específica durante a faculdade pode ajudar a manter o foco naquilo que você busca, seja para concurso, advocacia, entre outros. Foi a partir dessa escolha que comecei a montar um currículo voltado principalmente para minha área”, afirma.

    Leia Mais

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    Alunos de escola integral têm mais chance de passar no vestibular

    Centro Universitário Fametro dá início ao 'IV Congresso Científico'


    Comentários