Fonte: OpenWeather

    Ação


    Ipaam desarticula invasão nas proximidades da reserva Adolpho Ducke

    Ação do governo sobre a comunidade chamada Itaporanga contou com apoio do Batalhão Ambiental e Delegacia de Meio Ambiente

    Ipaam desarticula invasão na reservada florestal Adolfo Ducke | Foto: JOSÉ NARBAES/IPAAM

    Manaus- Uma invasão foi desarticulada pelos fiscais do Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam) numa área nas proximidades da Reserva Florestal Adolpho Ducke, em uma comunidade chamada de Itaporanga, Zona Norte de Manaus. A ação, que ocorreu nesta quinta-feira (31), contou com o apoio do Batalhão Ambiental (Polícia Militar) e da Delegacia de Meio Ambiente (Dema - Polícia Civil), comandada pela delegada Carla Biaggi.

    Durante a ação, os fiscais do Ipaam identificaram a devastação do terreno, que já estava com lotes demarcados para futuras moradias. “No total, contabilizamos 107 lotes. Além da retirada de madeiras para construção de barracos, foi constatada a prática de caça de animais silvestres dentro da reserva”, informou o presidente do Ipaam, Juliano Valente.

    No local, foram apreendidos terçados, facões, e os primeiros barracos foram desmontados. “Retiramos os invasores que estavam no local e identificamos os líderes, que foram convocados a prestar esclarecimentos na Delegacia de Meio Ambiente”, disse o titular do Ipaam.

    Monitoramento

    Juliano Valente informou ainda que o Órgão fará monitoramento da área, nos próximos dias, através de drones. “Estamos investindo para combater essa prática criminosa em nosso Estado. Com esse monitoramento, estaremos acompanhando em tempo real a movimentação dos invasores, além de identificá-los”. 

    Zona Leste

    No início da semana, fiscais do Ipaam flagraram um terreno de mais mil metros quadrados sendo desmatado no Loteamento Águas Claras, localizado no bairro Novo Aleixo, zona leste de Manaus. O flagrante ocorreu após denúncias de moradores que residem nas proximidades do terreno. 

    No local foram encontrados alguns materiais de construção como areia, seixo e bases cimentadas, o que tudo indica que os responsáveis pelo desmatamento já tinham iniciado uma espécie de construção.

    Leia mais:

    Vídeo: Veja a captura de peixes-boi reabilitados em lago de Manacapuru

    Há 70 anos longe de comunidades, ariranhas voltam a povoar rios do AM

    Barragem de Presidente Figueiredo está em lista de risco, diz pesquisa

    Comentários