Fonte: OpenWeather

    Economia Agrícola


    Livro de razão e espiritualidade para destino da Amazônia

    Os temas foram apresentados por profissionais altamente gabaritados e verdadeiramente interessados em entender a Amazônia

    Razão e Espiritualidade são elementos típicos e definidores da natureza humana | Foto: Divulgação

    O XIII Tomo do GEEA aborda dois temas importantes e que tem forte vinculação com a natureza e o destino da Amazônia: a segurança alimentar e a relação entre razão e espiritualidade. Os temas foram apresentados por profissionais altamente gabaritados e verdadeiramente interessados em entender a Amazônia, essa região tão complexa e enigmática, mas considerada como o maior estoque de carbono e a última grande fronteira agrícola do mundo, especialmente por causa da sua extensão e abundância de água e luz.

    Segurança alimentar diz respeito não somente à produção, transporte, armazenamento e abastecimento de alimentos, mas também sua distribuição justa e equitativa, evitando a fome e combatendo o desperdício. Além disso, ela também pressupõe a proteção dos solos, dos mananciais e do clima, já que essas são condições indispensáveis para o sucesso dos cultivares.

    Razão e Espiritualidade são elementos típicos e definidores da natureza humana e devem sempre servir de orientação para ações pessoais e políticas públicas de qualquer natureza.

    O tomo inclui ideias e dados apresentados em duas reuniões do GEEA realizadas na Diretoria do Inpa. São autores desta publicação: Dr. Alan Jorge Bojanic, gestor e representante da FAO; Dr. Charles Roland Clement, pesquisador do Inpa, Dr. Carlos Roberto Bueno, pesquisador do Inpa na época; Dr. Geraldo Mendes dos Santos, pesquisador do Secretário executivo do GEEA e Osiris Messias Araújo da Silva, empresário e escritor.

    Livros do GEEA

    *Com informações da assessoria

    Leia mais:

    Pesquisa ajuda indígenas de Rondônia a produzir café com qualidade

    Veneno de raias de água doce varia de acordo com o sexo e a idade

    Samambaias são usadas para mapear solos da Amazônia

    Comentários