Fonte: OpenWeather

    Maus tratos


    ONG denuncia maus tratos contra elefantes no Sri Lanka

    Elefante fêmea de 70 anos tem seus ferimentos e ossos à mostra cobertos por fantasias luxuosas pela organização do evento. Ela é obrigada a trabalhar no festival.

    Os elefantes são obrigados a caminhar por quilômetros | Foto: Divulgação

    Uma ONG fez uma grave denúncia contra maus tratos contra animais. De acordo com a Save Elephant Foundation, elefantes em péssimas condições de saúde são obrigados a caminhar por quilômetros durante um festival realizado no Sri Lanka. 


    Segundo Lek Chailert, fundadora da organização, funcionários do festival Perahera, na cidade de Kandy, cobrem os animais com enormes fantasias que os machucam. Além disso, revelou que os elefantes sofrem com o barulho dos fogos de artifício e fumaça nas ruas

    "Essa é Tikiiri, uma elefante fêmea de 70 anos de idade. Ela é um dos 60 animais obrigados a trabalhar no festival. Ela precisa andar muitos quilômetros de noite durante dez dias seguidos para que pessoas se sintam abençoadas durante a cerimônia", relatou Chailert. 

    Nas imagens, é capaz de ver o corpo da  fêmea com ferimentos nas patas e ainda com os ossos aparentes. 

    "Ninguém vê sua dificuldade de pisar enquanto suas pernas estão cortadas e algemadas enquanto caminha. Todos têm o direito de acreditar, desde que essa crença não perturbe ou prejudique o outro. Como podemos chamar isso de bênção ou algo santo, se fazemos outras vidas sofrerem?", encerrou a organização.

    Comentários