Fonte: OpenWeather

    Queimadas


    Vídeo:comissão de Meio Ambiente reforçará o combate às queimadas no AM

    Segundo dados da Secretaria Estadual de Meio Ambiente, sul do Estado sofre com maior indíce de queimadas e desmatamento

    Presidente da Comissão de Meio Ambiente da Aleam, deputada Joana Darc quer reforçar o combate à destruição da floresta | Foto: Divulgação

    Manaus - A Comissão de Meio Ambiente, Proteção aos Animais e Desenvolvimento Sustentável, está se mobilizando junto a  Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) e o Governo do Amazonas para buscar soluções para os grandes índices de queimadas no estado. Segundo dados da Sema, 80% das queimadas estão concentradas no sul do Estado, em especial Apuí, Humaitá,  Lábrea e Boca do Acre.

    Para a presidente da Comissão de Meio Ambiente, deputada estadual Joana Darc,  toda essa repercussão reforça que todos devem ter a preocupação com a floresta amazônica e com os povos que nela habitam. “As queimadas afetam nossas florestas e também as pessoas que vivem e moram nessas regiões. Por isso vamos integrar um Comitê junto a SEMA para que possamos fiscalizar, combater e criar soluções para que toda essa questão seja amenizada”, comentou a parlamentar.

    Nesta semana a polêmica em torno das queimadas que estão ocorrendo na região amazônica tomaram proporção mundial.  O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) divulgou que  as queimadas no Brasil aumentaram 82% em relação ao ano de 2018, se comparado ao mesmo período de janeiro a agosto. Foram 71.497 focos neste ano, contra 39.194 no ano passado. Esta é a maior alta e também o maior número de registros em 7 anos no país. A Amazônia concentra 52,5% dos focos de queimadas de 2019.

    Os dados divulgados pelo INPE geraram uma comoção mundial. Para a deputada Joana Darc , esses acontecimentos servem de alerta para todas as pessoas. “ Precisamos olhar com mais cuidado e responsabilidade para o meio ambiente. Precisamos deixar o egoísmo de lado e pensar muito mais em preservação”, declarou.

    *Com informações da assessoria

    Assista à reportagem da TV Em Tempo:

    Assista a reportagem | Autor: Samara Maciel/TV Em Tempo
     


    Comentários