Fonte: OpenWeather

    EX-Inpe em Manaus


    Ex-diretor do Inpe Ricardo Galvão participa de debate em Manaus

    O físico Ricardo Galvão, ex-diretor do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), é o convidado da roda de conversa “Ciência e Monitoramento da Amazônia”, promovida pela agência de jornalismo independente Amazônia Real, no próximo dia 22

    O físico Ricardo Galvão, ex-diretor do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), é o convidado da roda de conversa “Ciência e Monitoramento da Amazônia”, promovida pela agência de jornalismo independente Amazônia Real
    O físico Ricardo Galvão, ex-diretor do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), é o convidado da roda de conversa “Ciência e Monitoramento da Amazônia”, promovida pela agência de jornalismo independente Amazônia Real | Foto: Divulgação

    Manaus -  O físico Ricardo Galvão, ex-diretor do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), é o convidado da roda de conversa “Ciência e Monitoramento da Amazônia”, promovida pela agência de jornalismo independente Amazônia Real, no próximo dia 22 (terça-feira), das 15h às 17h, no auditório do Museu da Amazônia (Musa), no Largo São Sebastião, no centro de Manaus.

    Com entrada gratuita, também são convidados do evento o diretor do Musa, cientista Ennio Candotti; a pesquisadora do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), Vera Val, também 3ª Secretária da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC); e o professor da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Alfredo Wagner Berno de Almeida, coordenador do Projeto Nova Cartografia Social da Amazônia (PNCSA). A mediação será da jornalista Elaíze Farias, editora de conteúdo da Amazônia Real.

    A roda de conversa “Ciência e Monitoramento da Amazônia”, que recebe apoio da UFAM e do Musa, marcará os seis anos de aniversário da agência Amazônia Real, que foi fundada no dia 20 de outubro de 2013.

    Na Roda de Conversa, o físico Ricardo Galvão vai falar sobre os sistemas de monitoramento do desmatamento e queimadas no bioma Amazônia e como a pesquisa científica contribui para avaliar os impactos na floresta e nas populações desses eventos.

    Em 2016, Galvao assumiu a direção do Inpe, órgão de monitoramento de desmatamento dos biomas do Brasil, onde ficou até o início de agosto, quando foi exonerado pelo presidente Jair Bolsonaro.

    A demissão teve repercussão mundial, em um momento em que o Inpe comprovava a alta do desmatamento e do agravamento das queimadas na Amazônia. Bolsonaro e o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, desqualificaram o trabalho do Inpe. Bolsonaro chegou a acusar Galvão de estar “a serviço de alguma Ong”, mas o então diretor do Inpe rebatou o presidente. Leia a série “Amazônia em Chamas”

    No dia 23 de outubro, Ricardo Galvão ministrará uma palestra, das 8h30 às 11h, no auditório Rio Amazonas, na Faculdade de Estudos Sociais (FES), com o tema “Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Sustentável”. A FES fica no campus da UFAM, na avenida Rodrigo Otávio Jordão Ramos, 6200, bairro Coroado, Setor Norte.

    A palestra faz parte da Semana de Ciência e Tecnologia do Instituto de Ciências Exatas (ICE), da Universidade Federal do Amazonas (IFAM). A programação completa pode ser acessada aqui. 

    Quem é Ricardo Galvão?

    Ricardo Magnus Osório Galvão é professor titular do Instituto de Física (IF) daUniversidade de São Paulo (USP) desde 1983. Tem doutorado e livre-docência, com pesquisas em diferentes áreas da Física, como Física dos Fluidos e Física de Plasmas. É pesquisador de reconhecimento internacional, com várias premiações. Foi diretor do Inpe de 2016 até agosto de 2019.

    O que?

    Roda de Conversa “Ciência e Monitoramento da Amazônia”Com o Prof. Dr. Ricardo Galvão (IF-USP), ex-diretor do Inpe

    Convidados: Vera Val (INPA), Ennio Candotti (MUSA) e Alfredo Wagner Almeida (UFAM/UEA)

    Mediação: Elaíze Farias (Amazônia Real)

    Dia: 22/10/2019

    Horário: 15h às 17h

    Entrada: gratuita

    Local: Musa do Largo São Sebastião

    Realização: Amazônia Real – 6 Anos

    Apoios: UFAM – Musa

    Informações: 92 98201-1262






    Comentários