Fonte: OpenWeather

    Meio ambiente


    Projeto Remada Ambiental recolhe lixo do rio Tarumã-Açu

    Quatro mil voluntários participam de ações de preservação da bacia hidrográfica do rio

    O projeto Remada Ambiental atua há quatro anos em Manaus
    O projeto Remada Ambiental atua há quatro anos em Manaus | Foto: TV Em Tempo

    Manaus - O projeto Remada Ambiental, formado por quatro mil voluntários contribui para a preservação da bacia hidrográfica do rio Tarumã-Açu em uma área de proteção ambiental que vem sendo degradada por ações antrópicas.

    O trabalho é feito em pranchas de Stand Up Paddle (SUP), remando e recolhendo resíduos sólidos que não deveriam estar na água, mas que se acumulam pela ação indiscriminada do ser humano.

    Um dos trabalhadores do local afirma que o lixo que polui os rios também pode acabar com a geração de emprego e renda.

    O projeto Remada Ambiental atua há quatro anos em Manaus. Durante esse período de tempo, 37 toneladas de lixo foram recolhidas da bacia do Tarumã. Os principais ‘vilões’ são as garrafas pets, que segundo estudos, demoram pelo menos 400 anos para se decompor.

    Garrafas pets são os principais vilões, uma vez que demoram 400 anos para se decompor
    Garrafas pets são os principais vilões, uma vez que demoram 400 anos para se decompor | Foto: TV Em Tempo

    Uma vez ao mês, voluntários do projeto Remada Ambiental recolhem o lixo no Tarumã- Açu. Quatro mil pessoas estão envolvidas nesse trabalho. Além de recolher o lixo do rio, eles também fazem um trabalho de educação ambiental com os moradores e comerciantes do entorno, para evitar que o lixo seja descartado na água.

    Confira a reportagem da TV Em Tempo:

    Confira a reportagem | Autor: Mariana Rocha/ TV EM TEMPO
     

    Texto WEB: Marhia Edhuarda Bessa

    Comentários