Fonte: OpenWeather

    Cheia


    CPRM divulga segundo alerta de cheia do Rio Negro

    Cota foi prevista entre 27,95m e 28,65 m (média 28,30 metros), descartando a possibilidade de inundação na capital do Amazonas

     A divulgação da previsão de cota máxima que o rio Negro deve atingir em Manaus a cada ano é realizada em três etapas
    A divulgação da previsão de cota máxima que o rio Negro deve atingir em Manaus a cada ano é realizada em três etapas | Foto: Divulgação

    O Serviço Geológico do Brasil (CPRM) vai divulgar nesta quinta-feira (30), o 2º Alerta de Cheias para a cidade de Manaus em 2020. Novamente, será realizado por transmissão no Canal da CPRM no Youtube para respeitar o distanciamento social. A live com a pesquisadora responsável pelo monitoramento da bacia ocidental do rio Amazonas, Luna Gripp, terá início às 10h, horário de Manaus, que corresponde às 11h no horário de Brasília. A divulgação da previsão de cota máxima que o rio Negro deve atingir em Manaus a cada ano é realizada em três etapas, quanto mais próximo ao pico da cheia, mais precisa é a projeção calculada pelos engenheiros da CPRM.

    Após a apresentação, a equipe do Sistema de Alerta Hidrológico da Amazônia Ocidental (SAH Amazonas) ficará disponível para o esclarecimento de eventuais dúvidas, que deverão ser enviadas pelo próprio Youtube ao longo de toda a transmissão. Além do monitoramento das chuvas ao longo da bacia e as projeções calculadas pelos modelos de previsão elaborados pelos técnicos da CPRM, o alerta de cheias conta com informações sobre o prognóstico de chuvas elaboradas pelo SIPAM.

    No dia 31 de março, a CPRM realizou a divulgação da primeira previsão de 2020 para a cheia do rio Negro em Manaus. Segundo a estimativa inicial, neste ano o nível do rio negro não deve sair da normalidade e não haverá evento extremo em Manaus. A cota foi prevista entre 27,95m e 28,65 m (média 28,30 metros), descartando a possibilidade de inundação na capital do Amazonas, que somente ocorre quando o nível do rio chega aos 29m. Essa informação permitiu que o Governo do Estado e Prefeitura de Manaus adiassem esforços de Defesa Civil para prevenção e mitigação de danos para populações ribeirinhas, que potencialmente poderiam ser atingidas pelas cheias, possibilitando que as equipes fossem alocadas para ações de combate à pandemia por Covid-19. A cheia do rio Negro em Manaus registra seu nível mais elevado entre os meses de junho ou julho.

    Data: 30 de abril de 2020 (quinta-feira)

    Horário: 10:00 h

    Local: Canal da CPRM no Youtube

    Endereço: https://www.youtube.com/user/TVCPRM/featured

    *Com informações da Assessoria

    Comentários