Fonte: OpenWeather

    Meio Ambiente


    Batalhão em Manaus apreende madeira ilegal extraída da floresta

    Batalhão Ambiental apreendeu mais de 20 metros cúbicos madeira ilegal extraída do município de Manacapuru, no Amazonas

     

    Madeireiras ilegais ainda não compreenderam os constantes alertas para os impactos que estão ocorrendo no meio ambiente com o desmatamento da Floresta Amazônica.
    Madeireiras ilegais ainda não compreenderam os constantes alertas para os impactos que estão ocorrendo no meio ambiente com o desmatamento da Floresta Amazônica. | Foto: Pelegrine Neto/SSP-AM

    MANAUS (AM) - Madeireiras ilegais ainda não compreenderam os constantes alertas para os impactos que estão ocorrendo no meio ambiente com o desmatamento da Floresta Amazônica. 

    Nesta quarta-feira (21), a Polícia Militar do Amazonas (PMAM), por meio do Batalhão de Policiamento Ambiental (BPAmb), apreendeu 21 metros cúbicos de madeira ilegal na tarde desta quarta-feira (21/07), no bairro São José Operário, zona leste de Manaus.

    O material apreendido é fruto de extração ilegal e oriundo do município de Manacapuru (68 quilômetros de Manaus). O prejuízo ao crime está avaliado em R$ 25 mil.

    O valor pode ser pequeno se comparado ao desmatamento produzido pelos grandes madeireiros, mas são em pequenas ações como essa que grande parte da floresta tem sido dizimada. De acordo com o tenente Alex Tavares, do BPAmb, os policiais estavam em patrulhamento quando foram acionados, via denúncia anônima, informando que na rua Cordeiro havia um depósito com madeira ilegal.

    Leia mais: Temporada de seca começa com recorde de queimadas na Amazônia

    No local, o proprietário do depósito informou aos policiais militares que não possuía os documentos obrigatórios para o armazenamento ou comércio da madeira.

    O Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam) foi acionado para aplicar as medidas administrativas. “Nós vamos conduzir o material para delegacia, uma vez que eles estão incorrendo no crime de armazenar madeira de origem ilegal. A priori, essa madeira saiu de extração irregular e daqui deste local seria destinado para comércio da construção civil”, informou o tenente do BPAmb.

    Multa

    O material foi apreendido e encaminhado para a Delegacia Especializada em Crimes contra o Meio Ambiente (Dema), onde foi estipulada uma multa no valor de R$ 6 mil.

    O proprietário do depósito prestou depoimento na especializada e foi liberado. Ele foi autuado em flagrante por crime ambiental.

    Denúncias relacionadas a crimes contra o meio ambiente podem ser feitas pelo número 98842-1553, o disque-denúncia do Batalhão Ambiental. Não deixe de denunciar, a natureza agradece.

    Leia mais:

    Batalhão Ambiental apreende maior carga de madeira ilegal no Amazonas

    Desmatamento na Amazônia cresceu 51% nos últimos 11 meses

    Carbono sufoca Amazônia e expõe danos de mudanças climáticas





    Comentários