Fonte: OpenWeather

    Baratas


    Baratas estão mais resistentes a inseticidas, aponta estudo

    As baratas estão aprendendo a se defender de armas químicas. Leia na matéria:

    As baratas estão mais resistentes a inseticidas
    As baratas estão mais resistentes a inseticidas | Foto: Divulgação

    Estudo recente de pesquisadores da Universidade de Purdue, em Indiana aponta que as baratas estão cada vez mais resistentes. Os cientistas usaram uma variedade de estratégias e diferentes inseticidas para erradicar as infestações da barata alemã (Blattella germanica), mas descobriram que elas conseguiam sobreviver a quase todos.

    O pior é que a pesquisa deles sugere que essas baratas podem rapidamente desenvolver resistência a mais de um inseticida ao mesmo tempo – um feito do qual não sabíamos que elas eram capazes.

    As pequenas baratas de apartamento aprenderam a se defender das armas químicas. Isso tem forçado exterminadores e entomologistas a lutar para encontrar novas estratégias capazes de controlar as infestações domésticas.

    Gels

    Os gels, que funcionam como iscas, mostraram-se mais eficientes. Estes esforços incluíram a rotação periódica das classes de inseticidas para o tratamento de pragas, combinando múltiplos inseticidas.

    A equipe por trás deste estudo, publicado em junho na Scientific Reports, decidiu comparar três dessas estratégias no mundo real.

    Em três complexos de apartamentos infestados de baratas em Illinois e Indiana, eles usaram uma rotação de três inseticidas de nível profissional, alternando a cada mês durante seis meses; aplicaram dois inseticidas em spray ao mesmo tempo mensalmente; ou aplicaram o gel.

    As baratas nessas casas já haviam demonstrado pelo menos alguma resistência a quase todas as classes de inseticidas.O único método que reduziu significativamente a população de baratas, foi com o gel. 


    Comentários