Fonte: OpenWeather

    Estados Unidos


    Homem é preso após forçar a própria esposa a ter relações com filho

    Homem registrou a tortura em vídeo e foi condenado

    Jerry Gilligan foi considerado culpado por 10 de 18 acusações apresentadas à corte | Foto: Divulgação

    Um homem de 72 anos foi preso pelos crimes de tortura e sequestro após ter obrigado a própria esposa a ter relações sexuais com o filho dela de 11 anos enquanto ele filmava no estado de Arizona, nos Estados Unidos.

    Jerry Gilligan foi considerado culpado por 10 de 18 acusações apresentadas à corte. Segundo a polícia, tudo começou quando a esposa dele, que na época do crime tinha 39 anos, encontrou o homem molestando o filho dela, enteado dele, no quintal de casa.

    A partir daí, o homem amarrou a mulher com uma corda, correntes e fitas, os torturando com uma máquina de choques e uma faca e obrigando os dois a terem relações sexuais. Ele teria, ainda, registrado a tortura e mostrado em vídeo para eles em seguida.

    Após as sessões de tortura, Jerry raspou o cabelo da mulher e do filho e chegou a colocar ácido nos olhos dela. Ela conseguiu fugir do local e chamar a polícia. No hospital, contou o que tinha sofrido. Apesar de ser considerado como culpado pelo crime, ele ainda não recebeu a sentença do juiz. A expectativa é de que ele fique preso pelo resto da vida.

    Comentários