Fonte: OpenWeather

    Comício


    Barack Obama é reforço em comício democrata a um dia do debate

    Ex-presidente dos Estados Unidos esteve na Filadélfia nesta 4ª feira (21) discursando em um evento estilo drive-in ao lado de Joe Biden

    Com foco no eleitor americano ainda indeciso, a campanha democrata chamou um reforço para o comício desta quarta-feira
    Com foco no eleitor americano ainda indeciso, a campanha democrata chamou um reforço para o comício desta quarta-feira | Foto: Divulgação

    Nova York - Falta pouco para o eleitor novaiorquino ir às urnas de forma antecipada. A partir deste sábado, 24 de outubro, os centros de votação de Manhattan, Queens, Brooklyn, Bronx e outras regiões estarão abertos para receber aquele que já quiser escolher seu candidato a presidente. Os democratas ganham nas pesquisas de intenção de voto, mas na Pensilvânia nada é garantido. O estado é considerado um swing state, expressão usada para identificar lugares que não fiéis a nenhum partido.

    Com foco no eleitor americano ainda indeciso, a campanha democrata chamou um reforço para o comício desta quarta-feira, dia 21: Barack Obama subiu ao palco para apoiar Joe Biden. Falou em um evento organizado como tantos outros para prevenir a covid-19: na frente do púlpito, carros parados com distanciamento. Os americanos ouviram Obama de dentro dos veículos. O ex-presidente disse: "Não podemos deixar nenhuma dúvida nesta eleição. Não podemos ser preguiçosos e dizer: não me importo e fico em casa". Obama disse que entende porque muitos americanos se sentem frustrados com política mas que eles não podem permitir que o país continue neste caminho.

    Trump e o conflito com a jornalista que o entrevistou

    Donald Trump saiu de Washington no meio da tarde em direção à Carolina do Norte. Antes do comício marcado para às 8 da noite, horário de Brasília, usou as redes sociais para criticar a jornalista Lesley Stahl do canal CBS. O presidente americano participou do programa "sessenta minutos" mas segundo a produção ele se retirou antes do fim da gravação. Trump publicou então fotos da entrevista afirmando que vai divulgar todo o conteúdo gravado antes da exibição do canal de TV para que, segundo ele, o público saiba "o que é uma entrevista falsa e tendenciosa". Trump ainda divulgou um vídeo da jornalista na Casa Branca, criticando o fato dela não usar máscara.  

    Nesta 5ª feira, 22 de outubro, Donald Trump e Joe Biden vão se encontrar em Nashville para o último debate antes das eleições de 3 de novembro. Depois do primeiro evento, em que Trump e Biden falaram simultaneamente e se interromperam, a organização decidiu deixar o microfone do candidato que não estiver falando mudo durante os dois minutos iniciais de cada tema. Durante as discussões/argumentações, os dois microfones estarão abertos e os organizadores informaram que contam com o respeito mútuo. Joe Biden disse que vai solicitar um exame negativo de covid-19 de Donald Trump atualizado. O presidente há alguns dias disse que "seu médico já deu muitas informações sobre seu estado de saúde, mais que qualquer outro ser humano no mundo". O debate entre os candidatos à presidência dos Estados Unidos será transmitido a partir das dez da noite horário de Brasília.

    Comentários