Fonte: OpenWeather

    Caso curioso


    EUA: idosa é presa após viajar 19 anos sem pagar nada; veja

    A viagem clandestina pioneira foi internacional – Copenhague, Dinamarca. O segundo destino também: para Paris, França

     

    Segundo ela, a aventura pelos voos “gratuitos” iniciou em 2002
    Segundo ela, a aventura pelos voos “gratuitos” iniciou em 2002 | Foto: Reprodução

    Marilyn Hartman, de 69 anos de idade foi presa após viajar 19 anos escondida e sem ter comprado nenhuma passagem. Ela foi presa no Aeroporto Internacional O’Hare, em Chicago.

    A fugiu de uma casa de recuperação e estava sendo rastreada eletronicamente. Ela confessou em uma entrevista que estava cansada de viajar clandestinamente.

    “O que tenho a dizer é: nunca consegui embarcar sozinha em um avião – sempre fui deixada passar. Quer dizer, consegui passar pela fila de segurança sem um cartão de embarque”.

    Segundo ela, a aventura pelos voos “gratuitos” iniciou em 2002. A viagem clandestina pioneira foi internacional – Copenhague, Dinamarca. O segundo destino também: para Paris, França.

    Outros locais visitados por ela sem pagar nenhum centavo pelas passagens foram Atlanta, Filadélfia, Londres, Phoenix, San Francisco e Seattle.

    A senhora que sofre de transtorno bipolar e foi declarada incompetente para dar continuidade no tribunal. Marilyn alegou ter crescido em uma casa carregada de “violência e doenças mentais”.

    Em 18 de março, a mulher foi até tribunal do Circuito do Condado de Cook, em Illinois, e se encontra presa na Cadeia do Condado de Cook. Ela não pode pagar fiança ou ser libertada, disse o seu advogado.

    *Com informações da CNN

    Leia mais:

    Golpe: jovem compra iPhone, mas recebe réplica gigante; veja

    Silas Malafaia e esposa testam positivo para Covid-19

    Comentários