Fonte: OpenWeather

    Curioso


    Mafioso foragido é preso após postar vídeos de culinária na internet

    Foragido desde 2014 e procurado pela Interpol, ele fazia parte de uma das maiores máfias da Itália

     

    Ele foi reconhecido porque publicou vídeos de culinária italiana em um canal no YouTube
    Ele foi reconhecido porque publicou vídeos de culinária italiana em um canal no YouTube | Foto: Divulgação

    Itália - Um mafioso considerado foragido desde 2014 e procurado pela Interpol foi preso na República Dominicana no final de março deste ano após um deslize incomum: ele foi reconhecido porque publicou vídeos de culinária italiana em um canal no YouTube.

    Marc Feren Claude Biart, de 53 anos, é acusado de ser um membro influente do clã Cacciola, parte da 'Ndrangheta, uma das mais poderosas organizações criminosas do sul da Itália.

    Entre as alegações, estão a de que ele comandou negociações de drogas durante anos no país, além de encomendar assassinatos de rivais e desafetos na região de Nápoles.

    Muito cuidadoso

    Biart foi condenado em 2014 por ligações com a máfia e, desde aquele ano, foi considerado foragido. Ainda é incerto como ele conseguiu escapar para a Costa Rica depois da condenação, mas o mafioso posteriormente alternou a residência entre Milão e a região de Boca Chica, na República Dominicana. Ele foi preso no aeroporto de Malpensa, em Milão, depois de ser monitorado pelas autoridades após ter a identidade descoberta.

    Ele passou a ser acompanhado após postar uma série de vídeos publicados no YouTube, em que ele e a esposa preparavam receitas típicas italianas sem mostrar o rosto. As tatuagens no braço do suspeito ficaram visíveis e eram uma das formas de identificá-lo.

    *Com informações via The Guardian

    Leia mais

    Vídeo: crianças são jogadas de muro entre EUA e México e abandonadas

    Está sendo stalkeado? É crime e pode dar até três anos de prisão

    Mulher visita marido internado com Covid-19 e descobre amante; veja

    Comentários