Fonte: OpenWeather

    Causas naturais


    Operador da maior fraude financeira da história morre nos EUA

    Financista cumpria pena por prejudicar milhares de clientes em fraudes que envolveram bilhões de dólares ao longo de décadas

     

    Na época em que foi preso, em 2008, o esquema era estimado em US$ 65 bilhões
    Na época em que foi preso, em 2008, o esquema era estimado em US$ 65 bilhões | Foto: Reuters

     

    Bernie Madoff, o financista que se declarou culpado por orquestrar o maior esquema de pirâmide financeira da história (conhecido como esquema de Ponzi), morreu nesta quarta-feira numa prisão federal nos EUA, aos 82 anos, segundo fonte da Associated Press. Madoff aparentemente faleceu de causas naturais, afirmou a fonte.

    Madoff, um operador renomado de Wall Street e fundador da Bernard L. Madoff Investment Securities LLC, cumpria pena por prejudicar milhares de clientes em fraudes que envolveram bilhões de dólares ao longo de décadas - na época em que foi preso, em 2008, o esquema era estimado em US$ 65 bilhões.

    A fraude pela qual foi condenado era feita da seguinte forma: a empresa de Madoff atraía os investidores oferecendo níveis de rentabilidade que chegavam a 1% ao mês, ou seja, mais de 10% de retorno no investimento por ano. Ele, então, utilizava o dinheiro desses novos investidores para pagar clientes antigos, que queriam resgatar os recursos aplicados.

    Investimento

    O esquema funcionava porque os rendimentos não eram pagos aos investidores todo mês, apenas acompanhado por eles. Esse dinheiro só seria devolvido ao cliente quando este resgatasse seu investimento.

    O problema é que, diante de grande demanda por resgates em decorrência da crise financeira de 2008, o fundo de Madoff ficou sem dinheiro para pagar os investidores e a fraude veio à tona.

    Suas vítimas questionaram por que as autoridades americanas não checaram antes o que estava acontecendo, mas a forma como Madoff operava foi decisiva para o seu sucesso.

    Antes do esquema ser descoberto, analistas financeiros levantaram dúvidas sobre as práticas de Madoff repetidamente, incluindo uma carta de 1999 para a SEC, a comissão de valores mobiliários americana, que acusava Madoff de estar realizando o esquema Ponzi. Mas nenhuma investigação foi conduzida até o colapso do esquema.


    * Com informações do Estadão


    Leia Mais:


    Blogueira pode ter feito mais de 100 vítimas com produtos falsificados

    Planos de saúde deverão agilizar autorização de exame RT-PCR

    Reclamação após orgia em casa alugada em app viraliza; ouça o áudio

    Comentários