Fonte: OpenWeather

    Canibalismo


    Trio que vendia salgados feitos com carne humana é condenado

    O trio assassinava, esquartejava, consumia e vendia carne humana dentro de salgados na cidade de Garanhuns, no agreste de Pernambuco

    Trio que ficou conhecido como "Canibais de Garanhuns", em júri popular
    Trio que ficou conhecido como "Canibais de Garanhuns", em júri popular | Foto: Reprodução

    O trio popularmente conhecido como "Canibais de Garanhuns" foi condenado por um júri popular por assassinar, esquartejar, consumir e vender carne humana dentro de salgados em 2012 em Garanhuns, no Agreste de Pernambuco. O julgamento ocorreu no Recife.

    Jorge Beltrão Negromonte da Silveira, Isabel Cristina Pires da Silveira e Bruna Cristina Oliveira da Silva foram julgados pelos assassinatos de Gisele Helena da Silva, de 31 anos, e de Alexandra da Silva Falcão, de 20. O trio vai cumprir pena por duplo homicídio triplamente qualificado (motivo torpe, com emprego de cruel e impossível a defesa da vítima). 

    Os jurados decidiram que Jorge Beltrão cumprisse pena de 71 anos de prisão. Bruna Cristina foi condenada a 71 anos e 10 meses de reclusão e Isabel Cristina, 68 anos. Em 2014, o trio já havia sido condenado pelo mesmo crime contra a jovem Jéssica Camila da Silva Pereira, 17 anos, de Olinda, no Grande Recife.

    O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) informou que as penas deste julgamento serão somadas ao tempo de prisão já estabelecido.

    Leia mais:

    Templo satânico pede R$ 150 milhões a Netflix por plágio

    Comentários