Fonte: OpenWeather

    Rio de Janeiro


    PM que agrediu comerciante no Rio por causa de sanduíche vira réu

    O cabo da Polícia Militar Augusto Cesar Lima Santana agrediu uma mulher por causa do molho do sanduíche que ele comprou

    Cesar foi preso no dia (21) de março, após a denúncia do caso | Foto: Divulgação

    Rio de Janeiro- Recentemente, o cabo da Polícia Militar Augusto Cesar Lima Santana virou notícia em todo o Brasil após ser flagrado por câmeras de segurança enquanto espancava a dona de uma lanchonete, em Curicica, Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, por causa do molho de um sanduíche. Agora, a Justiça do Rio aceitou a denúncia do Ministério Público (MP-RJ) e o cabo da Polícia Militar virou réu no caso.

    Cesar, que estava lotado no 9º BPM (Rocha Miranda), foi preso no dia (21) de março após o caso ser denunciado. Uma semana depois, a Justiça negou o Habeas Corpus impetrado pela defesa do policial. Agora, ele vai responder por falsa identidade por se apresentar como um delegado da Polícia Federal, lesão corporal grave, constrangimento ilegal e ameaça.

    A comerciante agredida contou que o PM invadiu o estabelecimento para reclamar de um sanduíche, chamado Barbie Bacon. Segundo ela, o molho barbecue, motivo da reclamação, faz parte do sanduíche.

    Após ser agredida e de levar coronhadas, a mulher foi levada ao Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca. Ela precisou levar três pontos na cabeça e teve escoriações pelo corpo.

    Leia mais:

    Governador do Rio sobe em helicóptero com atirador

    Mãe suspeita de matar filho a facadas é presa no Rio de Janeiro

    Mulher dá a luz em viatura da PM no Rio de Janeiro

    Comentários