Fonte: OpenWeather

    Hackers


    Presidente do STJ confirma que está em lista de autoridades hackeadas

    O ministro João Otávio de Noronha disse que não tem nada a esconder

    O presidente declarou que pouco utilizava o aplicativo Telegram | Foto: Agência Brasil

    O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro João Otávio de Noronha, confirmou na quinta-feira (25) que foi alvo da atuação de hackers. Segundo o ministro, o fato foi comunicado pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro.

    De acordo com a Polícia Federal (PF), os quatro presos na terça-feira (23), sob a acusação de invasão do celular de Moro, também teriam roubado dados de mil vítimas, entre elas, diversas autoridades do Legislativo, Judiciário e do Executivo.

    Segundo Noronha, Moro informou que o nome dele está na lista da PF de autoridades hackeadas. Em nota, o presidente declarou que pouco utilizava o aplicativo Telegram, principal alvo dos roubos de dados, e que não tem "nada a esconder".

    Leia mais:

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    Eleitor de 109 faz recadastramento biométrico no Amazonas

    Ninguém foi hackeado por falta de cautela, diz Moro no Twitter

    Comentários